Natureza e construção se integram em conjunto de casas em Portugal

A premissa do projeto foi estabelecer um equilíbrio entre aquilo que é natural e o que foi construído

Por Yara Guerra Atualizado em 17 fev 2020, 15h59 - Publicado em 17 jul 2019, 14h36
João Morgado/Divulgação

Com tanta beleza natural em Portugal, seria um desperdício não aproveitá-la como panorama a se contemplar de – por que não? – dentro de casa. Entendendo isto, o Grupo Zegnea planejou um conjunto de sete casas lineares com vista para a natureza da cidade de Guimarães.

Apelidadas de Box XL Houses, as estruturas são compostas de uma única massa e foram organizadas de uma forma a se relacionar diretamente com a paisagem circundante.

João Morgado/Divulgação

O projeto buscou alcançar um equilíbrio entre o construído e o natural, a massa e o vazio, a fim de criar um diálogo pacífico e contínuo entre essas duas realidades opostas que se reforçam mutuamente.

Os interiores apresentam um design prático, onde os espaços adaptam naturalmente à funcionalidade. A garagem, entrada e depósito se localizam no nível mais baixo, que é acessado a partir de uma estrada particular especialmente construída para o imóvel.

Continua após a publicidade

João Morgado/Divulgação

O térreo, por sua vez, possui todos os espaços de convivência. Estes incluem três quartos, cozinha, sala de jantar e sala de estar, além de acesso a comodidades externas, como a piscina.

João Morgado/Divulgação

A escolha dos materiais foi estudada para evidenciar a fluidez do espaço e a continuidade natural e sucessiva de seus usos. Por outro lado, o exterior busca uma sucessão de volumes com matérias-primas, contrapondo-se aos espaços verdes e elementos naturais de seu entorno e potencializando esta relação.

Confira na galeria abaixo outras fotos da Box XL Houses:

Continua após a publicidade

Publicidade