Rancho dos anos 1940 vira residência com jardins no Colorado

Aproveitando as fundações da antiga construção, a Casa Jardim Mariposa foi construída de forma mais econômica, sem desperdícios e conectada à paisagem

Por Giuliana Capello Atualizado em 3 jun 2022, 18h01 - Publicado em 5 jun 2022, 19h00
Foto mostra fachada frontal de casa com varanda grande no piso superior onde se vê duas mulheres conversando em mesa com cadeiras. Há janelas e portas de correr envidraçadas e jardim ao redor.
David Lauer Photography/ArchDaily

Na bela paisagem da região das Montanhas Rochosas, no estado do Colorado, EUA, uma antiga casa de rancho dos anos 1940 foi transformada em uma residência repleta de jardins e muita luz natural.

Erguida sobre as fundações de concreto da construção original, a Casa Jardim Mariposa, assinada por Renée del Gaudio, fez das ruínas uma oportunidade de tornar a obra mais econômica e até mais sustentável.

Foto mostra canto da sala de estar com mesa redonda e duas cadeiras. Ao redor, um banco de alvenaria oferece espaço para mais pessoas. A janela de vidro conecta o ambiente ao jardim externo.

O projeto mexeu pouco no layout original de 160 m², com pés-direitos mais altos, uma planta livre e conexões mais próximas com a paisagem. As novas paredes se erguem da fundação antiga seguindo a mesma projeção ortogonal da casa de 80 anos. Preservar a fundação permitiu economizar milhares de dólares e reduziu o desperdício.

Conforto térmico é prioridade

Foto mostra lareira externa no quintal de pedrinhas, com duas pessoas sentadas em cadeiras ao redor do fogo e casa ao fundo com iluminação amarelada, cercada por jardim.
David Lauer Photography/ArchDaily

Para garantir o conforto térmico, um piso de concreto aparente com tubulação irradiante cria um aquecimento muito eficiente. Além disso, as janelas foram projetadas para manter a casa naturalmente fresca no verão e quente no inverno.

Continua após a publicidade

Por fim, uma matriz fotovoltaica de 8 kW torna a rede doméstica autossuficiente em energia elétrica.

Foto mostra área da cozinha e sala de jantar, com bancada com vários bancos e, do outro lado, mesa de jantar com lareira ao fundo.

Na planta, as funções de cozinhar, jantar e estar ficam no centro da casa. O pé-direito de 3,6 metros amplia a entrada de luz natural e ventilação cruzada. Uma grande porta de correr de quase 5 metros de largura abre-se para o jardim principal, expandindo os limites da sala. Nas bordas da casa ficam os espaços íntimos.

Foto mostra mulher na bancada da cozinha e à sua frente uma mesa de jantar com diversas cadeiras. Atrás dela, há aberturas com vidro no pé-direito alto, que garante luz natural ao espaço.

Um dos destaques do projeto é a chaminé de dois andares no coração da casa, que funciona como lareira na sala de estar. No exterior, ela abriga uma churrasqueira e, no terraço do quarto principal, transforma-se em uma romântica lareira ao ar livre.

 

Continua após a publicidade

Publicidade