Loft em estilo industrial reúne contêineres e tijolos de demolição

Projeto do Ateliê Birdies, construção de 153 m² no interior paulista ficou pronta em dez meses

Por Giuliana Capello Atualizado em 17 jul 2022, 17h13 - Publicado em 17 jul 2022, 19h00
Fachada externa de casa mostra contêiner verde com parte em balanço formando uma pequena varanda, sobre piso térreo com revestimento em tijolo aparente.
Favaro Jr./Divulgação

No centro antigo de Americana, interior paulista, o Loft Container nasceu para ser o lar de um jovem casal. Para o projeto eles contrataram as arquitetas Camila Galli e Isabella Michellucci, do Ateliê Birdies, que entregaram a casa pronta em dez meses.

Área de lareira externa com bancos de concreto formando um
Favaro Jr./Divulgação

Tudo ganhou vida com a utilização de dois materiais, basicamente: 2 contêineres marítimos antigos (de 40 pés cada um), trazidos do Porto de Santos, e 20 mil tijolos artesanais de demolições feitas na região – que o casal vinha guardando há sete anos.

Bancada de cozinha com banquetas em metal preto e estofado em tecido verde. Parede do fundo com tijolinhos e pendentes e prateleiras metálicos em estilo industrial.
Favaro Jr/Divulgação

Assim, a casa em estilo industrial foi erguida sem desperdícios, com as áreas sociais integradas no piso térreo e duas suítes no piso superior. No térreo, os tijolos de demolição serviram como elemento de vedação das estruturas metálicas (vigas, pilares e cobertura).

Continua após a publicidade

Sala de estar com sofá modular em "U", almofadas, uma escada metálica na lateral esquerda e, ao fundo, grande abertura em vidros quadrados, com uma tela de tons azuis pontuando cor.
Favaro Jr/Divulgação

Já os dois contêineres foram instalados no piso superior, abrigando as duas suítes que somam 56 m². No total são 153 m² construídos no amplo terreno de 1.000 m².

Quarto de casal com cama e acabamentos confortáveis e uma mulher na varanda observando a paisagem.
Favaro Jr/Divulgação

Entre os desafios estava a necessidade de tornar a casa prática, funcional e aconchegante. Para isso, os contêineres receberam tratamento termoacústico com duas camadas de lã de vidro. “Foi a opção com melhor custo-benefício que encontramos”, diz a arquiteta Camila Galli, que é entusiasta do uso de contêineres em projetos residenciais.

“É um material interessante pelo caráter sustentável, já que se trata de um reaproveitamento de algo que acabaria sendo descartado. E tem um potencial para construções mais luxuosas, inclusive, como fizemos neste projeto, que traz um mix entre o rústico e um design mais contemporâneo”, ela comenta.

Living com cozinha integrada em que vemos paredes de tijolinho, uma escada metálica em preto, uma poltrona azul e, na lateral esquerda, parte da bancada da cozinha. Tudo em estilo industrial.
Favaro Jr/Divulgação

Grandes esquadrias e a varanda permitem boa iluminação natural e ventilação adequada. Um detalhe: a casa foi concebida com estrutura modular para uma eventual ampliação no futuro sem grandes complicações.

Continua após a publicidade

Publicidade