Casa Created with Sketch.

Fairphone 3: a promessa de um smartphone ético e sustentável

Com o slogan "a mudança está nas suas mãos", o smartphone sustentável vem para mudar o mercado de celulares para um consumo mais consciente

 (Reprodução/Casa.com.br)

Você já parou para pensar que a sua vida está nas palmas da sua mão? Que, atualmente, toda a rotina da sociedade é pautada pela tela de um smartphone? E todo ser humano possui, pelo menos, um aparelho desses ou mais (pessoal/trabalho), e eles são extremamente difíceis de serem reciclados? Se você nunca refletiu sobre isso, prepare-se: ter um celular não é algo tão sustentável assim.

Começando que você substitui seu aparelho com uma frequência um pouco não tão satisfatória – porque, aparentemente, os smartphones não foram feitos para ser um bem-durável. Segundo que, geralmente, os celulares de hoje são feitos para não serem tão facilmente desmontáveis e não possuem a devida reciclagem de todos os seus componentes.

 (Reprodução/Casa.com.br)

Dada essa problemática, a empresa holandesa Fairphone lança no mercado uma proposta de smartphone que promete ser a mais sustentável já inventada. Batizado de Fairphone 3, e com o slogan “the change is in your hands” (em tradução livre: a mudança está em suas mãos), o aparelho é projetado para ser facilmente desmontado, evita a cola, usando parafusos, e se apresenta como um aparelho monobloco, em favor do design modular, em uma tentativa de reduzir o lixo eletrônico e melhorar o ciclo de vida da eletrônica.

 (Reprodução/Casa.com.br)

Seu objetivo é que os clientes mantenham o aparelho por cinco anos ou mais, removendo qualquer módulo defeituoso para substituição ou reparo. Ao fazer isso, a empresa reduz as emissões de dióxido de carbono da fabricação e do transporte.

Quando se trata de materiais, o Fairphone usa estanho e tungstênio de origem responsável e livre de conflitos, cobre e plásticos reciclados e ouro do Comércio Justo.

 (Reprodução/Casa.com.br)

“Desenvolvemos o Fairphone 3 para ser uma alternativa sustentável real no mercado, o que é um grande passo em direção a mudanças duradouras”, comenta a CEO da Fairphone, Eva Gouwens.

“Ao estabelecer um mercado para produtos éticos, queremos motivar toda a indústria a agir com mais responsabilidade, pois não podemos realizar essa mudança sozinhos”, acrescentou.

 (Reprodução/Casa.com.br)

As especificações do Fairphone 3 são semelhantes aos smartphones de nível médio no mercado hoje, incorporando uma tela de 5,7 polegadas com Gorilla Glass, uma câmera traseira de 12 megapixels e uma câmera frontal de oito megapixels. O telefone também possui um processador Qualcomm Snapdragon 632 e bateria de 3000 miliamperes hora (mAh).

 (Reprodução/Casa.com.br)

A bateria é removível, assim como os outros seis módulos do telefone. No interior, os conectores e módulos são etiquetados para ajudar na remontagem, e pequenos gráficos, como um mapa da República Democrática do Congo, servem para lembrar os mexicanos da cadeia de suprimentos do produto.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s