Casa Created with Sketch.

Aplicativo gratuito ajuda a encontrar produtores orgânicos próximos

A ferramenta permite encontrar, em um mapa em tempo real, os produtores e vendedores de alimentos orgânicos da cidade e da região

 (reprodução/CicloVivo)

Cultivar hortaliças, verduras, frutas, ervas medicinais e até alguns tipos flores comestíveis no quintal de casa é um costume adotado por muitas famílias brasileiras. Uma maneira simples de garantir alimentos saudáveis ​​e sem agrotóxicos. Mas o que fazer quando não se consegue consumir o excedente? Para catarinense Mirian Wrublevski, eles procuram estar na mesa de pessoas que buscam por alimentos frescos e sem agrotóxico.

Para promover o consumo local e possibilitar o acesso a esse tipo de cultivo, Mirian desenvolvido o aplicativo Quintal , que permite a renda para quem produz alimentos não só em propriedades rurais, mas também em áreas urbanas.

No aplicativo, além de saber o que o vizinho está produzindo e comercializando, é possível encontrar, em um mapa em tempo real, os produtores e vendedores de alimentos adquiridos da cidade e da região.

“Acredito que os alimentos frescos e sem agrotóxicos precisam estar ao alcance de todos, o mais próximo possível de nossas casas. A ideia do aplicativo é, justamente essa, usar tecnologia e inteligência de incentivo para incentivar quem já produz de forma saudável, a comercializar e fazer essa produção chegar a quem precisa e quer ter uma alimentação melhor, localmente ”, explica Mirian.

Com cerca de três meses de lançamento, o Quintal já está presente em mais de dois mil celulares e já tem mais de 580 usuários ativos de todo Brasil, vendendo ou comprando alimentos.

 

Como vender ou comprar usando o Quintal?

Gratuito, o aplicativo do Quintal pode ser encontrado nas lojas de aplicativos de celulares com sistemas operacionais Android ou IOS. Quem quer comprar alimentos, só precisa autorizar a utilização da localização do aparelho para mostrar as opções mais próximas.

 (reprodução/CicloVivo)

Ao clicar no produto escolhido, uma ferramenta envia o pedido para o vendedor, que combina o pagamento, entrega ou retirada pelo Whatsapp. Segundo a criadora da ideia, em alguns casos, o comprador pode até combinar com o vendedor de colher alguns do alimento.

Já para quem quer vender, caso a produção não tenha certificação como orgânico, além de tirar uma foto do produto, é necessário marcar um termo que garante a veracidade das informações de que não são utilizados agrotóxicos no cultivo. Essa informação deve ser validada para cada produto incluído no aplicativo. Para saber mais, basta acessar a página da ferramenta no Instagram .

 

Para ler este conteúdo completo, acesse o site CicloVivo!

 

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.