Casa Created with Sketch.

Em 2027 teremos um hotel no espaço!

A startup Orbital Assembly Corporation da Califórnia anunciou planos para iniciar a construção do primeiro hotel espacial do mundo em 2025

Estação espacial em órbita com a maio parte da imagem sendo o espaço, escuro, e o fundo atrás da estação sendo a Terra

 (Orbital Assembly Corporation/Designboom)

Já pensou poder tirar férias no espaço sideral? Bem, esse sonho pode estar mais próximo da realidade do que da fição científica. Situado dentro da estação Voyager – uma nova estação espacial que pode estar operacional já em 2027 – o hotel estrelar, da startup estadunidense Orbital Assembly Corporation, abrigará restaurantes, um cinema , spa e quartos para 400 pessoas.

Quarto na cor bege com um cama e duas pessoas olhando pela janelas que dá vista para o espaço e para a Terra

 (Orbital Assembly Corporation/Designboom)

“Nossa órbita e elevação planejada para a estação de viagem é de 97 graus e 500-550 km”, disse a Orbital Assembly em um post do Twitter. “Esta é uma órbita polar sincronizada com o sol que reduzirá o estresse térmico e permitirá a geração de energia solar quase contínua. Lá, a degradação da órbita e o risco de detritos espaciais serão nominais.”

Render do restaurante da estação espacial, com cores acizentadas e com vista para o espaço

 (Orbital Assembly Corporation/Designboom)

Autoproclamada como a primeira empresa de construção em grande escala do mundo, a Orbital Assembly disse que a estação de viagem terá mais de 11.600 m² de espaço habitável em módulos e tubos de acesso; 200 m de diâmetro total; uma massa estimada de 2.418 toneladas métricas; e um volume estimado de 51,104 m³.

Render do projeto da estação espacial.

 (Orbital Assembly Corporation/Designboom)

Foram alocados 24 módulos como habitação, medindo 12 metros de diâmetro e 20 metros de comprimento. Cada um deles oferece um total de 500 m² de superfície habitável distribuída por 3 pisos. Pelo menos 12 módulos serão dedicados a quartos e suítes de hotel. haverá suítes de luxo de 126 m², quartos de luxo de 62 m² e quarto standard de 30 m². A ocupação máxima da estação é de 316 a 440 pessoas, dependendo da configuração final do módulo.

Zoom da estação espacial em órbita, com um astronauta saindo por uma das portas.

 (Orbital Assembly Corporation/Designboom)

“Com a Voyager Station não queremos ter de desenvolver nenhuma nova tecnologia, queremos que sejam tecnologias que já estão em mãos, estamos apenas aplicando de novas maneiras para obter uma estrutura e uma instalação como essa.” Disse Tom Spilker, CTO da Orbital Assembly.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.