Garrafa biodegradável se decompõe em até dois meses

Embalagem é feita de fibra de laranja e cogumelos. Projeto é resultado de um concurso realizado pela Corona com parceria da Parley for the Oceans

Por Evelyn Nogueira Atualizado em 17 fev 2020, 15h53 - Publicado em 27 ago 2019, 11h15
Divulgação/Casa.com.br

A Corona, marca de cerveja que busca alternativas para reduzir a produção de plásticos, lançou um desafio em parceria com a instituição Parley for the Oceans. Intitulado de “Livre de Plástico“, o desafio envolveu startups, empresas e pessoas que buscam soluções para dizimar os plásticos descartáveis.

Ao todo, foram mais de 450 inscrições no desafio. O vencedor foi Rodrigo da Silva Ferreira, com o Projeto PW-F. Rodrigo desenvolveu uma garrafa feita com fibras do bagaço da laranja e de cogumelos e destacou-se entre os outros concorrentes.

A garrafa é biodegradável e se decompõe em até dois meses. O projeto receberá um apoio da Corona, de R$ 20 mil, para continuar pesquisando e desenvolvendo embalagens feitas de filamentos do fungo micélio e fibras do bagaço da laranja.

Divulgação/Casa.com.br

A Cervejaria Ambev e a Corona x Parley estudarão parcerias com outros cinco projetos que se destacaram durante o desafio, para estudar alternativas ao plástico de uso único.

A Corona e a Parley for the Oceans tem um projeto global, lançado em 2017, que é responsável por mais de 500 ações de limpeza de praia, em 15 países. Conheça mais sobre a iniciativa clicando aqui.

Continua após a publicidade

Publicidade