Marca usa fibra de bananeira para produzir mochilas sustentáveis

A empresa suíça Qwstion está substituindo o poliéster por fibras de bananeira, que resulta em um produto totalmente biodegradável

Por Evelyn Nogueira Atualizado em 17 fev 2020, 16h05 - Publicado em 30 Maio 2019, 12h31

A indústria da moda é a segunda maior poluente do mundo, perdendo apenas para a do petróleo. Uma peça feita de poliéster, por exemplo, demora mais de 200 anos para se decompor. Pensando em reverter este cenário, a empresa suíça Qwstion passou a desenvolver bolsas a partir de fibras de bananeira, como alternativa aos materiais sintéticos feitos com combustíveis fósseis.

Divulgação/Casa.com.br

O material, desenvolvido nas Filipinas, no lugar original das bananeiras, foi apelidado de Bananatex. Todas as bolsas da linha foram feitas com fibras longas, vindas da planta Abacá, da família da bananeira.

Divulgação/Casa.com.br

O fundador e CEO da marca, Hannes Scönegger explica o motivo de apostar no material: “Vimos o quão resistente e duradouro o tecido é, por isso, decidimos que era um potencial de vendas”.

Divulgação/Casa.com.br
Continua após a publicidade

O processo de fabricação funciona da seguinte forma: as fibras são transformadas em papel; o papel é cortado em tiras e torcido até virar um fio fino, que resulta no tecido de alta densidade. A mochila produzida com o material é leve, porém durável. Ao fim da fabricação, a marca adiciona uma cera para tornar o produto resistente à água.

Divulgação/Casa.com.br

As bananeiras são uma alternativa sustentável à produção de materiais e também ao meio ambiente, uma vez que não necessitam de recursos extras, como a água. Além disso, as espécies são usadas para reflorestar áreas nas FIlipinas, e podem ser plantadas com outras espécies, evitando a erosão do solo.


Para saber mais sobre sustentabilidade, acompanhe as redes sociais (Facebook Instagram) da CASACOR Sustentável!

Divulgação/CASACOR
Continua após a publicidade

Publicidade