Este diamante ecológico é feito de ar

Marca mostra que é possível trabalhar de forma sustentável na indústria de jóias 

Por Redação Atualizado em 19 mar 2022, 20h57 - Publicado em 21 mar 2022, 13h00
diamante-ecologico
Aether/Designboom

A empresa de joias de luxo Aether é a primeira do mundo a criar diamantes carbono negativos. Ao contrário de outros diamantes cultivados em laboratório, que são feitos de matérias-primas à base de petróleo, estes são feitos de ar.

Ultrapassando os limites do design, tecnologia e artesanato, a equipe de design se concentra no desenvolvimento de um futuro sustentável para joias finas. Por meio de sua tecnologia protegida, a marca converte a poluição do ar prejudicial em joias delicadas, oferecendo aos consumidores, assim, uma alternativa sustentável para acessórios com diamantes.

diamante-ecologico
Aether/Designboom

Alguns dias atrás, Aether levantou US$ 18 milhões em uma rodada de financiamento liderada por Helena – uma organização de investimento consciente com sede em Los Angeles e Nova York. A marca de joias começou a enviar os primeiros diamantes para os clientes no ano passado. Com uma quantidade muito grande de vendas, este ano a visão deles é aumentar ainda mais a produção.

A startup de diamantes sintéticos redefine o futuro das joias finas e faz diamantes com qualidade de pedras preciosas a partir do ar. Ela ainda promete transparência radical quebrando os estereótipos relativos às indústrias comuns de diamantes.

diamante-ecologico
Aether/Designboom

Combinando sustentabilidade com estética refinada, eles oferecem aos amantes de diamantes peças impressionantes que respeitam tanto os humanos quanto o nosso precioso planeta. De acordo com a empresa, cada peça de seu acervo nunca apoiou qualquer forma de trabalho infantil, condições de trabalho injustas ou insalubres.

Veja também

“Em meio às mudanças climáticas globais e a todos os outros desafios que 2020 trouxe, acreditamos que atualmente há uma grande oportunidade para os grandes empreendedores intervirem e ajudarem a moldar o futuro.

Continua após a publicidade

Agora, mais do que nunca, forças para uma mudança verdadeira e duradoura estão se unindo para transformar nosso mundo em um mundo onde avanços positivos massivos para a humanidade e o planeta sejam realmente possíveis.

A Aether se orgulha de fazer parte dessa mudança como criadora dos primeiros diamantes do mundo com qualidade a partir de ar.

Estamos comprometidos com a alquimia moderna sem precedentes de transformar a poluição do ar em pedras preciosas e comprometidos em servir como um farol para a integridade e transparência na indústria de diamantes, onde tantos outros não cumpriram essa promessa aos consumidores”, diz Ryan Shearman, CEO da Aether.

diamante-ecologico
Aether/Designboom

Cada peça da coleção é projetada e trabalhada à mão. O processo de produção de diamantes passa por quatro etapas. Primeiro, o CO2 é capturado da atmosfera por meio de uma tecnologia inovadora. Então acontece a “síntese de hidrocarbonetos”, o que significa que o CO2 capturado é sintetizado na matéria-prima de hidrocarbonetos necessária para o cultivo de diamantes em um reator de deposição de vapor químico.

O próximo passo é o “crescimento do diamante”, onde a matéria-prima de hidrocarboneto é alimentada em reatores especializados de deposição de vapor químico que são alimentados por energia 100% limpa. E, finalmente, uma vez que os cristais de diamante estão totalmente desenvolvidos, artesãos especializados cortam e dão os toques finais, encaixando-os nas peças.

Através deste processo, 127 galões (normalmente usados ​​por quilate extraído) de água doce são economizados. Juntamente com a economia de água, os diamantes da marca não desperdiçam tanta energia, pois requerem apenas metade do consumo de energia dos diamantes extraídos.

diamante-ecologico
Aether/Designboom

Ao contrário das indústrias comuns, que obtêm seu carbono de combustíveis fósseis, Aether mantém tudo acima do solo. Além disso, essa técnica de produção mantém o ar mais limpo, pois remove o dióxido de carbono do ar.

*Via Designboom

Continua após a publicidade

Publicidade