Estudantes do Senac criam baralho de arquitetura brasileira

Foram ilustradas obras icônicas de arquitetos como Oscar Niemeyer, Paulo Mendes da Rocha, Lina Bo Bardi e Ruy Ohtake

Por Jennifer Detlinger Atualizado em 25 set 2017, 09h52 - Publicado em 20 set 2017, 10h00

O Brasil tem nomes reconhecidamente influentes para a noção de arquitetura mundial. Oscar Niemeyer, Paulo Mendes da Rocha, Lina Bo Bardi e Ruy Ohtake são exemplos desses artistas que fizeram de suas obras e projetos demonstrações da cultura e habilidade brasileiras.

Porém, mesmo com a importância que têm, eles ainda não são conhecidos por uma parte dos brasileiros que acabam deixando passar despercebidas suas obras no dia a dia. Pensando nisso, um grupo de alunos do ArqLab-Senac, o Laboratório de Arquitetura do curso de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário Senac, criou um baralho com os rostos e obras icônicas desses artistas.

ARQLAB/Reprodução

Depois de longa curadoria, eles escolheram 38 obras para ilustrar as cartas do baralho, divididas nos naipes de acordo com os poderes das obras arquitetônicas: poder econômico para ouros, poder estatal para espadas, poder cultural para copas e poder gregário para paus. As obras também foram distribuídas cronologicamente em cada naipe, da mais antiga à mais recente. 

Como ilustração para figurar na “trinca real” foram escolhidos arquitetos que se envolveram com cada um dos “poderes”, entendendo que o valete é o arquiteto mais audacioso, a dama é o arquiteto mais estratégico, enquanto o rei é o mais respeitado.

É possível baixar o baralho completo para depois imprimir e cortar por aquiConfira algumas imagens do baralho:

ARQLAB/Reprodução
Continua após a publicidade

ARQLAB/Reprodução
ARQLAB/Reprodução
ARQLAB/Reprodução
ARQLAB/Reprodução

Veja também:

Continua após a publicidade

Publicidade