Casa Created with Sketch.

Sesc recebe exposição Oficina Molina – Palatnik, em SP

A mostra traz um diálogo entre a obra de artistas que se conectam pela atração pelo movimento e engenhosidade

 (divulgação/Casa.com.br)

Dois nomes emblemáticos da história da arte brasileira e que integram o Acervo Sesc de Arte são tema de uma nova exposição no Sesc Avenida Paulista. Abraham Palatnik (1928-2020) e Mestre Molina (1917-1998) foram dois artistas conectados pelo apreço ao lúdico e pelo prazer da invenção. E a mostra inédita Oficina Molina — Palatnik, que estreou essa semana, traz um diálogo entre suas produções.  

Um dos pioneiros da arte cinética no Brasil, Abraham Palatnik — que faleceu em maio deste ano, de Covid-19 — marcou a arte moderna no país ao inserir o movimento mecânico e luz em uma obra apresentada na primeira Bienal de São Paulo. Já Manuel Josette Molina era um inventor incansável e passou mais de 20 anos perambulando pelo Brasil. Só começou a produzir suas obras aos 52 anos de idade, produzindo bancadas — geringonças, como ele mesmo chamava — que hoje são algumas das mais importantes obras da tradição brasileira de bonecos animados.

 (divulgação/Casa.com.br)

“Representantes de vertentes artísticas tidas, de um lado, como popular e, de outro, como erudita, tanto Molina como Palatnik ocupam papel de destaque no Acervo Sesc de Arte. Se há patentes dessemelhanças entre seus processos de criação, percebe-se, todavia, que os dois artistas mobilizaram seus repertórios e universos culturais em prol de singulares sínteses moto-construtivas”, reflete Danilo Santos de Miranda, Diretor Regional do Sesc São Paulo.

 (divulgação/Casa.com.br)

“O encontro entre as geringonças de Molina e os objetos cinéticos de Palatnik revela surpreendentes relações. Valendo-se de recursos e vocabulários específicos, suas criações evidenciam que a atividade espaço-temporal de construtos plásticos é hábil em gerar efeitos sensíveis próprios à experiência estética. A exposição Oficina Molina-Palatnik propõe um diálogo aberto entre esses legados, reiterando a vocação propositiva das políticas colecionista, expositiva e educativa da instituição”, completa.

Quem quiser conferir a exposição, poderá visitá-la gratuitamente, mas terá que agendar antes pelo site do Sesc Avenida Paulista. No Sesc, as atividades presenciais seguem protocolos de órgãos de saúde pública para evitar o contágio e disseminação da Covid-19. As visitas têm duração máxima de 45 minutos e o uso de máscara facial é obrigatório para todas as pessoas, durante todo o período.

Oficina Molina – Palatnik
Local: Sesc Avenida Paulista
Período expositivo: 2 de dezembro de 2020 a 27 de março de 2021
Funcionamento: terça a sexta, das 15h às 21h, e aos sábados, das 10h às 14h
Tempo de visitação: 45 minutos
Agendamento de visitas: https://www.sescsp.org.br/avenidapaulista
Classificação indicativa: Livre
Grátis

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.