3 dicas para evitar um incêndio em casa durante isolamento social

Sobrecarga de tomadas, uso indevido de álcool em gel e até fogueira caseira pode causar incêndios devastadores. Saiba como evitá-los:

Por Redação 26 Maio 2020, 16h04
Divulgação/Casa.com.br

Você sabia que o número de chamado dos bombeiros por incêndio aumentou nos últimos meses? Acredita-se que, devido ao isolamento social por conta do Coronavírus, esses incidentes têm crescido pela maior presença das pessoas nos seus lares.

Seja porque as pessoas estão usando mais equipamentos eletrônicos, fogão ou mesmo o próprio álcool em gel, os riscos de acidentes domésticos aumentaram. Outro fator que contribui para isso é a realidade de muitos brasileiros que moram em casas pequenas e nem sempre regularizada. Para se ter uma ideia, os incêndios apresentaram um aumento de 12,3% no estado de São Paulo entre março até o dia 20 de abril.

Divulgação/Casa.com.br

De acordo com Talita Rolim, sócia-fundadora do Studio Alta Arquitetura, existem alguns pontos que devemos nos atentar para evitar um incêndio. “Como as pessoas estão mais tempo dentro de cada, aumenta a possibilidade de um eletrodoméstico gerar curto circuito ou então do excesso de álcool 70% perto de lugares inflamáveis e por aí vai. É um momento de alerta. Além disso, é preciso ficar de olho no uso de produtos de limpeza, tome cuidado com as misturas e onde será aplicado”, explica a especialista.

Confira abaixo três dicas da arquiteta para evitar incêndios nesta época:

Reprodução/Casa.com.br

Cuidado com o uso excessivo de álcool

“Se for passar álcool, tome cuidado na hora de acender um cigarro ou então certifique-se que não está perto de um lugar inflamável. Se você está em casa, lave as mãos com frequência para diminuir o uso do álcool”.

Continua após a publicidade

Reprodução/Casa.com.br

Evite a sobrecarga em tomadas

“Temos que tomar cuidado com as extensões ou os chamados ‘benjamins’, que podem ser utilizados, mas sem sobrecarregar demais a tomada. Existe também uma preocupação com as instalações elétricas muito antigas, que podem gerar um princípio de incêndio, por isso, é sempre bom manter a reforma do local em dia”.

Reprodução/Casa.com.br

Evite queimar itens em casa

Com o novo vírus solto no ar, muitas pessoas, quando precisam sair na rua, ficam preocupadas se o vírus fica ou não na roupa e, assim, podem querer fazer uma ‘fogueira’ improvisada para evitar qualquer tipo de infecção que tenha ficado na roupa. “Isso não é necessário, basta lavar e manter a higiene. Também evite fazer fogueiras para queimar qualquer tipo de papel”, comenta.


Ela ainda explica que outro problema que ajuda no alto risco de incêndio é que muitas pessoas moram no mesmo cômodo e as casas são muito perto uma das outras, como em comunidades. “É um cenário muito complicado, porque caso aconteça um incêndio em uma casa, ele pode se alastrar rapidamente, colocando muitas vidas em risco”, finaliza Talita Rolim.

Continua após a publicidade

Publicidade