Casa Created with Sketch.

Como comprar decoração de segunda mão como um profissional

Roupas e acessórios vintages estão muito na moda

 (Anastase Maragos/Unsplash)

Quer você chame isso de brechó chique, decoração vintage ou estilo eclético, a emoção da caça – e eventual captura – de um preço incomparável e peça única de segunda mão são difíceis de superar.

Você pode decorar sua casa com achados de mercado de pulgas para compensar um pequeno orçamento, apreciar um estilo mais antigo, ou transformar o que alguém considera lixo em seu próprio tesouro.

 (Reprodução/Giphy)

Seja qual for o motivo, quando é bem feito, o resultado final é o mesmo: um quarto que parece maravilhosamente peculiar e encantadoramente cheio da personalidade do proprietário. Mas mesmo uma pechincha não é uma economia real se não for útil, segura ou não do seu gosto. Portanto, aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a comprar uma relíquia usada com sucesso:

Estabeleça um orçamento

 

 (cottonbro/Pexels)

Claro, você está procurando preços mínimos e o melhor lugar para encontrá-los é em mercados de pulgas e brechós. Mas isso não significa que não possa gastar demais se não tomar cuidado.

Pouco ali e aqui podem rapidamente resultar em muito dinheiro. Antes de sair, saiba quanto você pode pagar e cumpra esse valor. Facilite carregando dinheiro em vez de cartões de crédito – é mais fácil de administrar.

Mantenha a mente aberta

 

 (cottonbro/Pexels)

A diversão é que você nunca sabe o que vai encontrar. Talvez você esteja procurando uma nova mesa de cabeceira, mas encontra um o banco perfeito para o pé de sua cama. Esteja pronto para mudar de percurso a qualquer momento.

Não hesite

 

 (Reprodução/Giphy)

Se você encontrar algo que ama em um brechó, peça a eles que segurem para você ou vá em frente e compre. Esperar significa que você provavelmente o perderá para a próxima pessoa que o amar o suficiente para comprá-lo na hora.

Deixe sua criatividade sair para brincar

 

 (sare akın/Pexels)

Se você deixar sua imaginação correr solta é muito provável que veja o ouro escondido debaixo do lixo. Mantenha uma mentalidade adaptativa: como você pode usar esse item de uma forma diferente de seu propósito original? Um bumbo como mesa de cabeceira? Uma velha escada de madeira como porta-revistas? Roupas vintage como arte de parede? O céu é o limite quando você é criativo.

Veja também

Esteja preparado

 

 (Julien-Pier Belanger/Unsplash)

Você nunca sabe quando vai passar por um tesouro ao lado do meio-fio ou encontrar uma  loja de segunda mão boa demais para deixar passar. Mantenha uma fita métrica, cordas elásticas e uma toalha velha ou cobertor no porta-malas do carro. Você será capaz de determinar se aquela cadeira estilosa caberá no canto ao lado da sua cama e a viagem até a sua casa será mais segura.

Vá aos lugares certos

 

 (Indira Tjokorda/Unsplash)

Embora você possa encontrar uma boa peça em qualquer lugar, faz sentido ir nas áreas que tenham brechós cheios de qualidade – com móveis, belas obras de arte e acessórios desejáveis ​​acessíveis.

Conheça seus limites

 

 (Reprodução/Giphy)

Geralmente, as compras de segunda mão precisam de um pouco de amor para trazer suas boas características de volta à tona. Por isso, certifique-se de que está pronto e se é capaz de enfrentar o projeto sozinho.

Se você é novo na decoração com itens de mercado de pulgas, comece com algo fácil –  como aprimorar suas habilidades de pintura em uma estante pequena e simples, em vez de um espelho ou cômoda ornamentada.

Deixar de lado o questionável

 

 (Robinson Greig/Unsplash)

Muitos móveis de madeira usados precisam apenas de ajuda cosmética para serem reparados, mas alguns quebrados não são fáceis de consertar. Deixe para trás qualquer coisa que esteja faltando uma peça vital, rachada ou deformada, tenha danos graves ou cheire fortemente a fumaça ou urina de gato.

Pense antes de comprar um acessório estofado que precise de um novo tecido – apesar de recuperar o assento de tecido de uma cadeira seja, normalmente, um trabalho DIY simples, recolocar o estofamento de uma poltrona inteira é um desafio que é melhor deixar para um profissional.

Certifique-se de que está em boas condições

 

 (cottonbro/Pexels)

Nem é preciso dizer que comprar um colchão usado é proibido – você não quer compartilhar sua cama com nada que possa colocar em risco sua saúde, podendo conter elementos alérgicos, germes, pragas ou coisas que são simplesmente nojentas demais para pensar.

Tome cuidado, também, com mobílias estofadas – além das cautelas já citadas – os percevejos não se escondem apenas nas camas. Verifique os acessórios de tecido com cuidado para qualquer sinal de pragas, mofo, manchas questionáveis ​​e odores que não são susceptíveis de eliminar facilmente. Lembre-se de limpar tudo o que comprar, de preferência antes de trazê-lo para casa.

Vá frequentemente, mas não exagere

 

 (Kai Pilger/Pexels)

É preciso paciência e perseverança para ter sucesso na caça em brechós. Isso significa que você precisa ir regularmente e manter os olhos abertos nos locais que valem a pena parar.

Mas tome cuidado para não exagerar nas compras. Quando sentir que seu quarto está pronto, você precisará resistir ao desejo de continuar adicionando coisas novas ou então se livrar de algo antigo cada vez que levar para casa algo novo.

Conheça o seu estilo

 

Sim, combinar uma variedade de estilos de decoração é um visual fantástico quando feito com habilidade. Mas o estilo eclético é bem planejado, não uma mistura de acessórios e móveis incompatíveis. Avalie se o item em questão realmente funciona ou não com seu espaço. Se a resposta for não, deixe na prateleira para outra pessoa.

*Via The Spruce

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.