Casa Created with Sketch.

12 ideias de cabeceiras para você se inspirar

Peças de diferentes materiais e estilos, com funcionalidades diversas, que dão vontade de mudar o quarto

Algumas pessoas gostam outras não. Mas é fato que as cabeceiras dão um toque extra de aconchego no quarto. E elas podem ser feitas de materiais diversos, a exemplo de madeira, couro, tecido e até de tijolinhos, como mostramos na seleção abaixo. Aqui, reunimos ideias diversas, que também mostram que as cabeceiras podem ter outras funções, que vão além de apoiar a cabeça na cama. Confira!

Painel ripado

 (Tuca Rienés/Casa.com.br)

Neste quarto, assinado pelo arquiteto David Bastos, a cabeceira foi feita com ripas de madeira e criou um visual bem elegante. Do piso até a metade da parede, a cabeceira de desenho simples é a estrela do projeto e foi complementada apenas com uma mesa de apoio, pintada com pátina para dar um ar praiano ao espaço.

Pequeno e aconchegante

 (divulgação/Casa.com.br)

Neste quarto estreito, projetado pelo arquiteto Antonio Armando de Araújo, a cabeceira ocupa toda a lateral da parede. Repare que as luminárias foram instaladas na própria peça, liberando espaço na mesinha lateral, e acima, sobrou espaço para apoiar um quadro. No estante da parede, tijolinhos vermelhos deixam tudo mais aconchegante.

Estilo contemporâneo

 (Luis Gomes/Casa.com.br)

Neste quarto, desenhado pelo arquiteto Bruno Moraes, parte da parede e o teto foram revestidos com cimento queimado. Para criar um destaque na mesma estética do ambiente, o profissional desenhou uma cabeceira de laca branca para dar leveza e sensação de amplitude. Um detalhe interessante é a frase estampada na parede (abaixo), que é um trecho de uma música importante para a história dos moradores.

Toque feminino

 (divulgação/Casa.com.br)

Assinada pelo Studio Ipê e Drielly Nunes, esta cabeceira traz um ar de sofisticação e romantismo ao quarto. Estofada com camurça rosa, a peça serve também de divisória para o espaço do closet. Na lateral esquerda, uma mesa lateral flutuante na mesmo tom de rosa, cria um apoio a mais, sem interferir visualmente no décor.

Bem eclética

 (divulgação/Casa.com.br)

Neste quarto, vários tipos de texturas se misturam para dar vida à uma composição cheia de estilo. A marcenaria verde de laca brilhante emoldura a área da cama, enquanto uma cabeceira estofada traz aconchego. Na parte de cima, um ripado de madeira completa o visual eclético. Projeto de Vitor Dias Arquitetura e Luciana Lins Interiores.

Visual elegante

 (Giselle Rampazzo/Casa.com.br)

Desenhada pela arquiteta Juliana Muchon, esta cabeceira revestida de couro caramelo e frisos marrons é um luxo só. A parede revestida com um tecido listrado completa a decoração cheia de detalhes aconchegantes que ela pensou para este quarto.

Com nicho acoplado

 (Julia Ribeiro/Casa.com.br)

Pouco espaço não foi problema para os arquitetos do escritório Bianchi & Lima desenharem um ambiente aconchegante. Neste quarto, a cabeceira estofada garante um apoio macio aos moradores e, em volta dela, uma mesa lateral e um nicho, embutido na marcenaria do guarda-roupa, criam os apoios necessários.

Mesas suspensas

 (divulgação/Casa.com.br)

A arquiteta Livia Dalmaso desenhou uma cabeceira de linhas clássicas para este quarto. A peça de laca branca tem uma ripado charmoso em cada lateral. As mesinhas de apoio cinza se destacam e foram embutidas na peça sem tocar o piso, criando um visual mais leve.

Bem estilosa

 (divulgação/Casa.com.br)

Com projeto do escritório Concretize Interiores, este quarto ganhou uma cabeceira um tanto quanto inusitada (e linda!). Tijolos cerâmicos revestem toda a lateral da parede até a metade da altura. O restante ganhou uma pintura em tom grafite, criando um visual urbano e descolado.

Estofado assimétrico

 (divulgação/Casa.com.br)

Esta cabeceira estofada ganhou um efeito assimétrico bem interessante. O efeito dá um toque inusitado ao espaço de estilo clássico. As mesas de apoio de modelos diferentes também acrescentam um toque de descontração. Projeto da arquiteta Carol Manuchakian.

Até o teto

 (Rafael Renzo/Casa.com.br)

A arquiteta Ana Carolina Weege não teve medo de ousar no projeto deste quarto. E deu certo! Aqui, a cabeceira estofada vai até o teto e se transforma, inclusive, em uma decoração de parede. O ar de maximalismo que a peça trouxe pode ser visto também no tapete geométrico e no recamier com estampa de onça.

Clássica e chique

 (Rafael Renzo/Casa.com.br)

A parede lilás e a cabeceira de madeira deram um tom elegante e chique neste quarto, que também é assinado pela arquiteta Ana Carolina Weege. Toda de madeira, a peça inclui, ainda, duas mesas laterais com o mesmo desenho simples do restante da estrutura. Menos é mais por aqui!

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s