Casa Created with Sketch.

Second Nature transforma redes de pesca abandonadas em peças de design

O projeto demonstra, na prática, como poluentes marinhos podem ser recuperados e servir de matéria-prima para a economia circular

Você sabia que inúmeras redes fantasmas estão perdidas no fundo do mar prontas para capturar presas indefesas? Parece a prévia de um filme de terror trash, mas é pura realidade. Todos os anos, toneladas de redes de pesca sintéticas são abandonadas nos oceanos e se tornam um perigo letal à vida marinha.

Para aumentar a conscientização sobre a gravidade dessa prática, o projeto Second Nature montou uma linha inovadora, transformando redes resgatadas em matéria-prima para conchas e utensílios domésticos, feitos com impressão 3D. A iniciativa é resultado da parceria entre o estúdio holandês The New Raw, especialista em pesquisa e design, e a fundação grega Aikaterini Laskaridis.

 (Divulgação/The New Raw/Casa.com.br)

O Second Nature começou sua atuação em solo grego, trabalhando em conjunto com pescadores locais e mergulhadores para coletar redes de pesca sintéticas descartadas, também conhecidas como redes fantasmas – consideradas os detritos oceânicos mais perigosos, sendo uma ameaça mortal para peixes, mamíferos e outras criaturas marinhas.

 (Divulgação/Marily Konstantinopoulou/Casa.com.br)

Após a captura, o material foi separado em diversos tipos e texturas, passou por processos técnicos e então se tornou apto para a tecnologia de impressão. As peças foram desenvolvidas digitalmente, o desenho das conchas foi criado após o estudo de cinco espécies comestíveis mediterrâneas protegidas devido à pesca intensiva: Mitra Zonata, Pecten Jacobeaus, Pinna Nobilis, Strombus Persicus e Tonna Galea.

 (Reprodução/Casa.com.br)

Já os utensílios domésticos surgiram como forma de conectar a mensagem ao dia a dia, reforçando o viés sustentável da iniciativa. “O plástico é um dos principais contribuintes para a poluição dos mares. No entanto, vivendo em regiões urbanas, tendemos a esquecer nossa dependência do mar, que é crucial para nossa alimentação e suprimento de oxigênio”, dizem Panos Sakkas e Foteini Setaki, fundadores do The New Raw.

 (Divulgação/The New Raw/Casa.com.br)

Todo o processo foi registrado pela premiada documentarista Daphne Matziaraki e transformado em um curta-metragem de 10 minutos:

O Second Nature continua em andamento, até o final do ano uma nova coleção será lançada.

 (Divulgação/The New Raw/Casa.com.br)

 (Divulgação/The New Raw/Casa.com.br)

 (Divulgação/The New Raw/Casa.com.br)

 (Divulgação/The New Raw/Casa.com.br)

 (Divulgação/The New Raw/Casa.com.br)

 (Divulgação/The New Raw/Casa.com.br)


Para saber mais sobre sustentabilidade, acompanhe as redes sociais (FacebookInstagram) da CASACOR Sustentável!

 (Divulgação/CASACOR)

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s