Casa Created with Sketch.

Dicas para cultivar árvores frutíferas em vasos

Pitangueira, laranjeira e limoeiro são alguns exemplos que se adaptam a espaços menores

 (divulgação/ Tramontina/Casa.com.br)


Além de trazer mais vida para a decoração, plantas e flores também contribuem para manter a saúde menta em dia. Mexer na terra, apreciar o crescimento delas é um tanto relaxante e a simples convivência com a natureza traz sensação de bem-estar. É possível ir além da beleza vegetal, já que se pode cultivar plantas frutíferas em vasos. É uma excelente oportunidade de proporcionar cores, aromas e sabores para sua varanda, sala ou outros ambientes ensolarados. 

Algumas espécies necessitam de mais horas de sol, outras nem tanto. Por isso, é importante conhecer bem ou buscar aprender mais sobre a espécie que deseja cultivar. Árvores de pitanga, amora, goiaba, araçá, mirtilo, figo e espécies cítricas como laranja, limão e tangerinas se adaptam muito bem ao cultivo em vaso. Veja algumas dicas:

Escolha dos vasos

Use vasos leves e de bom tamanho. Vasos de fibra ou plásticos podem ser uma boa opção para reduzir o peso total. Quanto maior o vaso, melhor será o desenvolvimento da planta.

Drenagem

Certifique-se de que o vaso possui furos na sua base, permitindo que o excesso de água seja drenado. Além disso, é fundamental fazer um dreno. Coloque 10 cm de pedrisco no fundo e, sobre eles, uma manta geotêxtil. Por fim, coloque o substrato/terra. A construção do dreno é importante para não obstruir o fluxo de água ao longo do tempo.

 (divulgação/ Tramontina/Casa.com.br)

Adubação

É importante realizar uma boa adubação previamente ao plantio. Prepare a terra com adubos orgânicos, húmus ou demais materiais disponíveis. Após o plantio, não remexa o solo. O adubo pode ser colocado na superfície e, com a irrigação, irá infiltrar e será absorvido pelas raízes.

 (divulgação/ Tramontina/Casa.com.br)

Manutenção

Realize podas frequentes para que a planta não fique muito grande. É importante manter bom equilíbrio entre a raiz e a parte aérea. Neste momento, podem ser retirados ramos doentes ou com o ataque de alguma praga, prevenindo assim a necessidade de aplicação de produtos químicos.

 (Reprodução/Tramontina)

Colheita

A produção em vaso poderá ser menor quando comparado ao cultivo convencional, uma vez que a polinização, disponibilidade de nutrientes e tamanho da árvore poderão limitar a produção. Para os apreciadores da natureza, todo o processo é gratificante. Você pode aproveitar para envolver as crianças e interagir com a natureza dentro de casa. 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s