Casa Created with Sketch.

Katachi: o projeto de representação de designers por Marisa Ota

O Katachi – que significa "forma", em japonês – trata-se de uma plataforma para desenvolver as relações de negócios dentro do design

 (Divulgação/Casa.com.br)

Entre os trabalhos desenvolvidos por Marisa Ota durante sua jornada no mercado da arte e do design brasileiro, estão descobrir, revelar e promover artistas, artesãos, designers e seus trabalhos autorais.

Dentro desse compromisso e como um dos trabalhos que antecederam as 37 edições Paralela Design de sua curadoria, Marisa apresenta o projeto Katachi.

“Mesa Soto”, de Larissa Batista.

“Mesa Soto”, de Larissa Batista. (Divulgação/Casa.com.br)

Katachi é uma plataforma concebida para desenvolver, de forma diferente da convencional, a relação que temos hoje quando se trata de negócios no setor do design. A intenção é também cuidar de forma mais ampla da carreira de novos e também de profissionais consagrados.

Neste projeto, Marisa será o fio condutor trabalhando com sua percepção, olhar, tempo e espaço por meio do perfil de cada artista e marca, viabilizando posicionamento, promovendo e facilitando negócios.

“Ao longo de todos esses anos convivendo com artistas e designers, sempre acompanhei e fui consultada sobre dúvidas de como seguir a carreira, avaliação e produtos e indicação de lojistas e galerias para negócios. Desta vez, quero fazer isso pessoalmente, ver e cuidar de perto de todas as questões que permeiam a continuidade do trabalho de cada um de nossos artistas”, diz ela.

Peça do Fitto Design.

Peça do Fitto Design. (Divulgação/Casa.com.br)

Em uma definição simples, Katachi significa forma em japonês. Mas, para além do significado original, katachi se sobressai à forma material.

“Katachi traz o emocional como conteúdo e também alia a beleza, a funcionalidade e o apego afetivo do objeto”, comenta Marisa Ota. Com esta premissa, o projeto nasce para trazer uma nova maneira de enxergar os negócios para o design, auxiliando no posicionamento de marca, no entendimento do resultado do trabalho como um produto monetariamente viável.

“Queremos caminhar juntos com o artista nessa construção de uma marca sólida e que esteja falando a mesma língua do comprador, que esta comunicação seja fluida”, explica Marisa.

Peça do Studio Volanti.

Peça do Studio Volanti. (Divulgação/Casa.com.br)

Ao lado de Marisa, está a executiva de negócios, Maria de Andrade, que reúne vasta experiência no segmento de design. “A Paralela traz em todas as suas edições novos nomes com imenso potencial de sucesso, mas sem a experiência comercial para vender o seu produto. Com o novo projeto, queremos trazer essa vivência para o criativo: identificaremos os possíveis clientes, fazemos visitas, informamos sobre os produtos explicando seu conceito, além de sondar necessidades e demandas para gerar interesses de futuros compradores”, explica.

Peça de Leon Ades.

Peça de Leon Ades. (Michele Minerbo/Divulgação)

Katachi terá sua primeira experiência durante a 37ª Paralela, que ocorrerá entre os dias 12 e 14 de fevereiro, na Oca do Ibirapuera, em São Paulo.

Entre os nomes já confirmados, estão Filipe Ramos, Fitto Design, Larissa Batista (Montri), Leon Ades, Vidrotec, Studio Volanti e Andrea Macruz. Estes profissionais terão seus produtos expostos na feira e assessorados pela equipe do novo projeto.

“Queremos ultrapassar o momento da feira para que o designer, artista ou artesão saiba o valor real e tangível do produto que ele cria e que ele se sinta confiante em continuar sua trajetória”, finaliza Marisa.


37ª Paralela Design

Quando: de 12 a 14 de fevereiro de 2020.

Onde: Pavilhão Oca Ibirapuera – Av. Pedro Álvares Cabral, Parque Ibirapuera (portão 3).

Mais informações: aqui.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.