Casa Created with Sketch.

Herman Miller convida profissionais a customizar luminárias

As peças estarão em exposição na vitrine do showroom da marca e serão leiloadas com o lucro revertido ao Instituto Rodrigo Mendes

 (Divulgação/Casa.com.br)

A Herman Miller convidou 10 arquitetos e designers a customizarem as clássicas luminárias Nelson Bubble, que serão leiloadas com o lucro revertido ao Instituto Rodrigo Mendes. Inicialmente pensando em uma instalação na SP-Arte 2020, devido a pandemia de COVID-19, o projeto foi reinventado e aprimorado. Além da exposição The Bubble Creation, que acontecerá na primeira semana de setembro, na vitrine do showroom da marca, haverá uma promoção em seu Instagram, onde o público terá a chance de ganhar uma das 10 peças revisitadas. As nove luminárias restantes, serão leiloadas e todo o lucro será doado para o Instituto Rodrigo Mendes.

Além de destacar a criatividade de arquitetos e designers brasileiros e mostrar que, por meio de um olhar de especialista e criativo, peças que já são icônicas e atemporais, se reforçam como tendência em design. Os grandes nomes participantes do projeto são: Dal Pian Arquitetos, LPA Arquitetura, Luca Panhota Arquitetos Associados, Marina Linhares Interiores, Moema Wertheimer Arquitetura, Nildo José Arquitetos Associados, Perkins and Will, Pitá Arquitetura, Suite Arquitetos e Viviane Gobbato Arquitetura.

A fim de evitar aglomerações, não será possível entrar no showroom. As pessoas que estiverem caminhando pelas ruas do bairro e nos arredores do Parque Ibirapuera poderão apreciar as obras através do vidro. Um QR Code vai ajudar a entender mais sobre as 10 luminárias revisitadas pelos escritórios. 

A exposição acontecerá na vitrine do showroom da Herman Miller Brasil, localizado na R. João Lourenço, 35 – Vila Nova Conceição, São Paulo, entre os dias 28/08 e 06/09.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.