Casa Created with Sketch.

Dicas para proteger os pets das decorações natalinas

É preciso ter cuidado com objetos pequenos, feitos com materiais quebradiços, arames, fios e eletricidade

 (divulgação/Casa.com.br)

Como está a relação de seu pet com a decoração natalina? Se ele está tentando interagir com ela, saiba que é preciso tomar alguns cuidados para evitar acidentes. Nessa época do ano, enchemos a casa de enfeites para deixar o ambiente aconchegante para o Natal. Por serem coloridos e atraentes aos olhos, os pets veem os enfeites como um brinquedo novo e que pode ser divertido.

De acordo com a médica veterinária Thaís Matos, que atua na área de Confiança & Segurança da DogHero, os objetos pequenos, feitos com materiais quebradiços, arames, fios e eletricidade, devem estar fora do alcance dos animais de estimação. “A maioria dos enfeites tradicionais são feitos com arame em seu interior, embora sejam bonitos,  podem ser prejudiciais para a saúde dos pets. Há vários riscos envolvidos, como: engasgamentos, cortes, choques e asfixias. Os fragmentos do vidro podem ainda ir para o intestino do pet, provocando perfuração intestinal”, explica.

Veja as dicas para manter sua decoração natalina e proteger seu pet:

 

Fixar a árvore de Natal

 (Tempori Home/Casa.com.br)

Para que os pets não se aproximem da árvore de Natal, que pode tombar, a dica é fixar a árvore com cola quente, ou colocá-la em um vaso, com alguma coisa pesada, para que ela fique bem presa. Escolha uma que permaneça firme no lugar. Mesmo a árvore artificial deve ter uma base firme e sólida. Apesar de a base sólida evitar acidentes, é bom prender a árvore na parede ou no teto para impedir que ela caia caso seu gato puxe ou pule nela. Você pode colocar um ganchinho no teto e amarrar a árvore com um fio de nylon, por exemplo, para evitar que seja derrubada.

Evite fios e fitas

Os tutores precisam ficar atentos sobre aos fios (luzes de Natal) e fitas de enfeite, os pets podem morder e se machucar. Principalmente cuidado com os felinos, que são curiosos e amam brincar com fios e fitas. Portanto, embora sejam bonitos,  podem ser prejudiciais para a saúde dos gatos.

Distraia os pets

Para os gatos, brincar ou destruir um enfeite é a mesma coisa, pois eles se beneficiam em ter novos brinquedos interativos a sua disposição pela casa. Distribua brinquedos que os pets gostem no mesmo aposento da árvore de natal e para o gatinho, coloque o arranhador perto dela. Esses objetos tiram sua atenção da árvore iluminada.

Cuidado com enfeites de vidro

Geralmente, os enfeites natalinos são feitos de um material que pode quebrar. Se isso acontecer pode machucar as patinhas do pet caso ele pise, ou ser engolido pelo animalzinho, pode provocar lesões no esôfago e na língua, que sangram demasiadamente. A opção é substituir por peças feitas de materiais como isopor com acabamento em tecido, ou plástico, que não oferecem tantos riscos. Existem ainda opções mais discretas, menos brilhantes ou mais foscas.

Enfeites que não balancem

 (reprodução/Sister's Suitcase)

Objetos que não balançam muito também serão menos atraentes para os pets. Os enfeites com material de feltro e papel podem ser uma boa escolha. Além disso, evite tudo que balança, gira muito ou faz barulhos, como enfeites com chocalhos.

Luzinhas no alto

Os tutores precisam ficar atentos sobre as famosas luzinhas de Natal, pois também são perigosas, cães e gatos podem morder o fio e se machucar. Elas chamam a atenção dos pets, os bichanos, por exemplo, amam fios e coisas penduradas. Procure então pendurar as luzes e pisca-pisca só em locais altos e sem fiações passando pelo chão, para evitar choques e acidentes. Além disso, quando for dormir, procure desligar as luzes da tomada, assim não haverá riscos de acidentes durante a madrugada.

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.