Casa Created with Sketch.

Dicas para uma decoração de Natal mais segura e econômica

Quem optar por decorações luminosas precisa levar em conta os riscos e equipamentos usados

Com as festas de final de ano, muitas gostam de decorar a casa com temas natalinos e o uso de luzes na decoração continua a ser uma das preferências. Mas, caso você opte por luzes como decoração, é importante seguir alguns cuidados para evitar acidentes ou gastos desnecessários.

A Enel traz algumas orientações para a utilização segura e eficiente de decorações e luzes natalinas. Se não instaladas e utilizadas de forma correta, elas podem oferecer riscos às pessoas, já que a maior parte dos acidentes com eletricidade acontece por falta de informação, atenção ou pelo uso errado de materiais e ferramentas. Além disso, é preciso estar atento aos impactos no valor da conta de luz.

Para fazer uma boa instalação de iluminação de Natal, primeiramente é preciso identificar o local e dimensionar corretamente os enfeites natalinos. Em seguida, deve-se providenciar as ligações e fazer o isolamento de emendas e tomadas. Os clientes também devem prestar atenção ao uso de benjamins ou “T”s, já que esses equipamentos concentram em um só ponto intensidade de correntes elevadas, o que pode provocar aquecimento e até causar um princípio de incêndio.

Na área externa da residência, sem as medidas preventivas, as chances de choque elétrico e curto-circuito são maiores, já que a ação do tempo pode ressecar a fiação e a presença de água pode potencializar os efeitos da condução da corrente elétrica.

 (reprodução/CicloVivo)

Como economizar energia

Na hora de adquirir os “pisca-piscas”, é importante atentar para uma informação dada em watts (W), contida na embalagem, que corresponde à potência demandada por determinado produto. Quanto maior for a potência, maior será o consumo do enfeite de Natal.

Vale lembrar também que deixar o pisca-pisca aceso por menos tempo vai gerar um consumo menor de energia. Outra boa dica é utilizar produtos com a tecnologia Led que, além de contribuírem para a redução de até 80% do consumo de energia, também são mais seguros.

 

Para ler este conteúdo completo, acesse o site CicloVivo!

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.