Casa Created with Sketch.

Apê no Leblon passa por reforma e ganha maior integração e amplitude

Com um décor de tons neutros e soluções de circulação, os moradores tiveram suas necessidades atendidas sem precisar mudar de casa

 (Juliano Colodeti/Divulgação)

Reformar ou trocar de apartamento? À medida que os três filhos iam crescendo – e o apartamento de 230 m² e três quartos parecia ficar cada vez menor – a dúvida ia tomando conta da família.

Mas os moradores acabaram optando por adaptar o imóvel as suas necessidades e decidiram contratar a arquiteta Marise Kessel.

 (Juliano Colodeti/Divulgação)

O primeiro desafio no imóvel do Leblon (Rio de Janeiro) foi criar um quarto a mais para que cada um dos meninos (hoje com 5, 11 e 14 anos) tivesse seu próprio espaço.

Para isso, algumas modificações foram feitas. A suíte do filho mais velho, por exemplo, teve o banheiro voltado para a circulação, passando assim a atender às três crianças.

 (Juliano Colodeti/Divulgação)

Além disso, a sala íntima foi integrada à área social do apartamento, ampliando o local de convivência – que passou a ter três ambientes: sala de estar, jantar e home theater. A nova disposição configurou uma circulação linear, que recebeu tratamentos de cores e iluminação diferentes, diminuindo assim a sensação de continuidade.

A obra também serviu para ampliar áreas de armazenamento, já que a família precisava de mais armários para guardar itens pessoais, da casa e rouparia.

 (Juliano Colodeti/Divulgação)

Para o décor, optou-se por usar uma marcenaria exclusiva, desenhada pela própria arquiteta. Os ares contemporâneos ficam por conta da paleta de cores em tons neutros.

Por conta das crianças, Marise preferiu usar materiais bem resistentes, como piso vinílico com padrão amadeirado na área íntima e porcelanato com padrão cimentício para a área social, por exemplo.

 (Juliano Colodeti/Casa.com.br)

Este ambiente ganhou, ainda, revestimento de cerâmica (tipo tijolinho) e concreto bruto. As forrações de parede, aliás, foram usadas para trazer aconchego de diferentes formas.

Painéis de madeira natural foram usados nas cabeceiras e nas áreas do home theater e sala de jantar; e papel de parede foi usado no lavabo e no quarto dos meninos.

Curtiu? Não deixe de ver mais fotos na galeria abaixo:

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.