Casa Created with Sketch.

Apê de 230 m² resgata memória e se atualiza por meio dos revestimentos

Localizado no bairro da Graça, em Salvador, o apê recebeu o projeto do Studio Kyze, que respeitou a história do imóvel e ainda o tornou moderno

 (Manuel Sá/Casa.com.br)

A procura pelo lar ‘ideal’, às vezes, pode ser fácil e assertiva, e por outras, um pouco frustrante. Mas não foi assim para a moradora deste apartamento de 230 m², no Bairro da Graça, em Salvador (BA).

 (Manuel Sá/Casa.com.br)

Nascida e vivida em Feira de Santana, o maior interior do Nordeste brasileiro, Rebeca necessitava mudar-se para a capital, por motivos profissionais e pessoais. Na tomada pelo novo lar, indo de encontro às construções mais novas e contemporâneas, a moradora optou por uma construção da década de 1970, em um prédio de oito andares com um apartamento por piso.

 (Manuel Sá/Casa.com.br)

“Sempre me identifiquei com o conforto e a peculiaridade de um bairro como a Graça, um dos poucos, em Salvador, onde é possível um dia a dia projetado em uma escala humana; um bairro rico em serviços e opções comerciais e culturais”, explica Rebeca.

 (Manuel Sá/Casa.com.br)

Para repaginar e deixar a morada com sua personalidade, Rebeca contatou o escritório Studio Kyze, liderado por Kyze Vasconcelos, que tirou como partido a valorização das originalidades do apartamento.

 (Manuel Sá/Casa.com.br)

Exemplo disso foi a recuperação de todos os pisos de madeira da área social. Nela também, há a integração da cozinha com a sala de jantar, promovendo união e melhor disposição para receber amigos e familiares – algo que a moradora adora fazer.

 (Manuel Sá/Casa.com.br)

Na sala de estar, todos os olhos se voltam para o balanço. Ele remete às lembranças lúdicas e saudosas de dias de infância da moradora na casa do avô.

 (Manuel Sá/Casa.com.br)

O piso também é destaque em outros espaços da casa, como no quarto e no home office, que recebe um revestimento em formato escama de peixe. É também possível ver, em alguns cantos do apê, detalhes hexagonais pelo chão, que trazem uma atmosfera mais despojada e contemporânea ao décor.

 (Manuel Sá/Casa.com.br)

Falando no home office, ele é um dos espaços com mais domínio visual. É favorecido por uma charmosa bancada orientada de forma diagonal, combinando com uma cadeira de balanço – traço característico da cultura nordestina. Aqui, o revestimento também faz graça, trazendo todo o urbanismo de uma capital impresso nos tijolinhos aparentes – que também aparecem em parte da cozinha, ao lado dos subway tiles.

 (Manual Sá/Casa.com.br)

Para fechar, no banheiro da suíte master, foi inserida uma banheira sobre um deck de madeira, que serviu como apoio técnico e visual, além de ganhar mais destaque com a pintura degradê da parede – que também aparece no quarto da moradora.

Gostou do projeto? Então navegue na galeria abaixo e veja mais fotos:

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s