Casa Created with Sketch.

10 sets para quem ama cinema e arquitetura

Parte importante da experiência do espectador, veja alguns cenários fictícios e outros que podem ser visitados!

A cenografia de um filme desempenha um papel importante na formação da experiência do espectador. Criar um mundo inteiro, expressar ideias e refletir o desenvolvimento do personagem é o verdadeiro desafio.

O design do cenário, então, pode ser uma ferramenta poderosa que manifesta um conceito muito mais profundo. Isso pode envolver a criação de um edifício como elemento principal do enredo, um visual rico ou a configuração de um cenário urbano.

Aqui estão alguns filmes em que o design do cenário foi realmente especial:

O Grande Hotel Budapeste

Entre os sets de filmagem mais icônicos está o do Grand Budapest Hotel. Wes Anderson nos leva a uma aventura de mistério e assassinato em um hotel do Leste Europeu às vésperas da Segunda Guerra Mundial. Como todos os filmes de Anderson, os visuais impressionantes, fotos simétricas de uma perspectiva capturam instantaneamente o olhar.

 (LINES HUB/Reprodução)

Você desejará visitar este hotel incrível assim que ver o filme. No entanto, este hotel, juntamente com todos os outros locais, são completamente fictícios. É um modelo em miniatura do designer de produção Adam Stockhausen. Stockhausen criou o país fictício de Zabrowka usando tons de rosa e magenta.

 (LINES HUB/Reprodução)

Ele se inspirou nas cidades do Leste Europeu. Karlovy Vary, na República Tcheca, foi uma inspiração valiosa para os designers. Especialmente o Grandhotel Pupp, do qual Stockhausen obteve muitos detalhes de referência. Basicamente, o exterior do Grandhotel Pupp inspirou o do Grand Budapest Hotel. Junto com os corredores largos, o tapete escorrendo pelo centro e as janelas jogando luz nos corredores.

Parasita

Este drama coreano de tom crítico ficou em alta desde que ganhou o Oscar de melhor filme em 2019. Uma história sobre discriminação de classe usou inteligentemente o cenário para transmitir sua mensagem. Enquanto assiste ao filme, você não pode deixar de se apaixonar pela casa de uma família rica, que dizem ser obra do famoso arquiteto Namgoong Hyeonja.

 (CJ ENM CORPORATION, BARUNSON E&A/LINES HUB/Reprodução)

É quando você pega o telefone e começa a pesquisar esse gênio no Google apenas para descobrir que é um nome fictício. Você ficará ainda mais surpreso ao saber que a casa foi projetada e construída do zero especialmente para o filme e nunca existiu antes. O crédito então vai para o designer de produção Lee Ha Jun.

 (CJ ENM CORPORATION, BARUNSON E&A/LINES HUB/Reprodução)

Lee explica que, como designer de produção, ele teve uma perspectiva diferente de um arquiteto ao projetar a casa. Uma vez que ele se lembra do movimento da câmera e dos problemas de iluminação. Bong Joo estava entusiasmado com o fato de que o design da casa atendia às necessidades de sua câmera e aos caminhos dos personagens por dentro e como isso se alinha com o roteiro. Portanto, a casa surgiu como um universo próprio.

Filmes do Batman e Gotham City

Gotham City, é a grande cidade metropolitana dos Estados Unidos que testemunhou a luta eterna entre o bem e o mal. A cidade natal de Batman foi introduzida nos quadrinhos pela primeira vez em 1940. Esse mundo meticulosamente projetado moldou muito seu personagem principal, Bruce Wayne.

 (LINES HUB/Reprodução)

A natureza do cenário de Batman está mais próxima do crime popular e de seriados noire. Combate a crimes em becos escuros, telhados e lugares com os quais podemos nos relacionar. Isso faz você se perguntar sobre o desenvolvimento do design de Gotham City.

 (LINES HUB/Reprodução)

Na verdade, o desenvolvimento da cidade de Gotham passou por várias fases ao longo dos anos. Muitos trabalhos anteriores influenciaram essas fases. Por exemplo, Metropolis de Fritz Lang (1927) tinha uma infraestrutura icônica de arranha-céus refletindo o impacto da revolução industrial e os corruptos que a seguiram.

Veja também

Entre Facas e Segredos

 

 (Claire Folger/Lionsgate/LINES HUB/Reprodução)

Certamente, um filme de mistério sobre o assassinato de um romancista de mistério deve ter um cenário especial. Desde o primeiro minuto você será fisgado no mundo de Harlan Thrombey, o famoso romancista do filme, e em sua mansão de campo. No entanto, você não vai imaginar que o que está assistindo não é realmente uma casa. O desenhista de produção David Crank transformou três locações em uma mansão para servir ao roteiro.

 (Claire Folger/Lionsgate/LINES HUB/Reprodução)

O exterior da casa era uma mansão revival gótica fora de Boston, datada de 1890. Por outro lado, eles usaram a Mansão Ames no Parque Estadual Borderland em Massachusetts para as cenas internas. É um local histórico de 20 quartos que foi usado anteriormente no thriller de 2010 de Martin Scorsese, “Shutter Island”.

Her

No coração de uma movimentada cidade futurista vive um homem tímido e infeliz que se envolve em uma estranha história de amor. O filme “Her” leva você a um mundo habitável em um futuro próximo. O que é único neste filme é como ele retrata um novo futuro que não é totalmente distópico. Mostra uma Los Angeles clara e ordeira de prédios altos e arranha-céus.

 (LINES HUB/Reprodução)

Na verdade, a arquitetura não é o principal aspecto avassalador do filme, mas sim o subconsciente. O diretor, Spike Jonze e projetista de produção, KK Barrett queria refletir as emoções dos personagens por meio do design de produção. Isso fica claro tanto no design de cenários de interiores como em toda a cidade de Los Angeles.

 (LINES HUB/Reprodução)

Apesar destes cenários serem especiais e darmos os devidos reconhecimentos aos criadores, outras locações usadas que existem e podem ser visitadas também são muito legais de conhecer. Por isso, veja essa lista com 5 sets que você pode colocar na sua lista de viagem!

Star Wars

 

 (Hotel Sidi Idriss/Reprodução)

Se você é fã da saga Guerra nas Estrelas, sabe que o planeta onde Anakin e Luke Skywalker cresceram, Tatooine, é na verdade uma cidade na Tunísia, com nome muito parecido, Tataouine.

 (Uniq Hotels/Reprodução)

Mas não é só isso, além da paisagem desértica, o país também conta com um Hotel, o Sidi Driss, que serviu como cenário para a casa do tio Owen e da tia Beru, responsáveis pela criação de Luke. A visita também pode contar com algumas regalias, como alojamento e refeições.

Náufrago

 

 (Rakuten TV/Reprodução)

Monuriki, em Fiji, é uma ilha deserta com quilômetros de extensão e vale uma visita para quem ama cinema. Isso porque foi cenário para o filme indicado ao Oscar, Náufrago, em que Tom Hanks precisa aprender a sobreviver sozinho em uma ilha.

 (Pictures & Plane Tickets/Reprodução)

Passear pelo cenário é muito menos estressante: Monuriki é encontrada nas deslumbrantes Ilhas Mamanucas e pode ser visitada através de uma viagem de um dia a partir dos resorts nas ilhas próximas. Não há muito o que ser visto, exceto a estranha iguana de crista e areias brancas, mas as águas azuis ao redor são um paraíso para mergulho com snorkel e, se necessário, remar depois de balançar bolas de vôlei. Não esqueça de preparar os pulmões para gritar o mais alto possível “WIIILSOOOOON!”

Jogos Vorazes – Em Chamas

 

 (Reprodução/CNN)

A mansão do Presidente Snow (Donald Sutherland) na Capital, em Jogos Vorazes, fica em Atlanta, Geórgia. A Swan House, construída em 1928, foi usada extensivamente na gravação dos filmes que serviram de sequência para Jogos Vorazes. A opulenta sala de jantar da casa e a sala usada como escritório de Snow ainda têm muitas vibrações de Panem.

 (Trip Advisor/Reprodução)

O Atlanta History Center costumava organizar Swan House Capitol Tours centrados em filmes, embora hoje em dia os fãs de Jogos Vorazes precisem se locomover por conta própria ou fazer um tour em grupo pela casa e esperar que a sorte esteja ao seu favor.

O Iluminado

 

 (Amuse Vice/Reprodução)

É incrível pensar que as pessoas realmente querem se hospedar no Stanley Hotel, no Colorado. Claro, este retiro isolado nas Montanhas Rochosas é conhecido por seus jardins exuberantes e vistas épicas – mas, se você já viu “O Iluminado”, será que é mesmo um lugar para fazer uma visita?

 (Trivago/Reprodução)

Ele serviu de inspiração para o autor Stephen King, que fez uma visita com a esposa, Tabitha, apenas para descobrir que o hotel estava assustadoramente vazio e isolado do mundo exterior.

Foi outrora um retiro de saúde para quem sofre de tuberculose, construído pelo inventor de carros a vapor Freeman Oscar Stanley, mas depois se tornou um resort de luxo e agora é um importante destino turístico para as legiões de fãs dedicados do filme. Faça o que fizer, evite o quarto 237.

X-Men

 

 (Fandom/Reprodução)

Mesmo não sendo um dos jovens mutantes para quem a Mansão-X foi criada, você pode visitar o local que serviu de gravação para os filmes X-Men e Deadpool. Mais conhecido como Castelo de Hatley, ele fica na Colúmbia Britânica, uma província canadense.

 (Victoria News/Reprodução)

É um local preferido para filmes e TV há anos (MacGyver já derrotou um vilão nela), mas há outras razões para visitar além de seguir os passos de Patrick Stewart (e Richard Dean Anderson) – incluindo um ornamentado estilo japonês jardim e um museu gratuito.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.