Casa Created with Sketch.

Tijolo aparente: saiba como usar na decoração

Desde a instalação até os diferentes modelos e formatos, confira dicas de especialistas para usar este material atemporal

Os tijolos aparentes vieram para ficar no universo da decoração. Apesar de muito associados a projetos de estilo industrial – o que não é mentira – esse material faz bonito em outras propostas também, como as minimalistas, contemporâneas e escandinavas, por exemplo.

 (Korman Arquitetos/JP Image/Casa.com.br)

Eles conferem um aspecto mais natural e rústico e podem ser usados tanto em ambientes internos como externos. Por serem um material de muita personalidade, surgem dúvidas na hora de aplicá-lo. Para ajudar, trouxemos algumas dicas e inspirações para você fazer bonito na hora de criar ambientes usando tijolinhos à vista.

Tipos de tijolinhos

Existem hoje no mercado diferentes materiais que possuem o efeito de tijolo: revestimentos cerâmicos, sintéticos e até mesmo o original de barro – que é, inclusive, o mais comum e pode ser encontrado na estrutura das construções ao descascar as paredes. Logo, por essa razão, o material oferece preço acessível, alta resistência e durabilidade, bem como o conforto térmico e isolamento acústico, tão desejados em qualquer casa. 

 (Carlos Piratininga/Casa.com.br)

Além do clássico estilo rústico, é possível apostar em modelos diferentes de tijolo para dar graça e sofisticação ao espaço. O projeto da arquiteta Cristiane Schiavoni é prova disso. A profissional optou por bricks de cerâmica numa paginação de espinha de peixe para decorar o living integrado. 

A elegância do material consegue passar naturalidade ao projeto e dar mais charme à composição como um todo. A principal vantagem de investir em modelos de cerâmica é poder ter liberdade de escolher entre os mais diversos desenhos e a aplicação acontece diretamente na parede.

Cuidados no assentamento

Os tijolos são bastante duráveis, mas, quando ficam expostos, precisam de atenção – especialmente durante a instalação para evitar problemas no futuro.

 (Marcelo Cotrim/Casa.com.br)

O primeiro passo é garantir a higienização da parede. Ela precisa estar limpa e seca, mas com pequenas ranhuras para aumentar a aderência durante o assentamento. Importante também verificar se as juntas verticais e horizontais estão coincidindo e conferindo um visual harmonioso para o espaço.

Em relação às juntas, três opções se destacam quando pensamos em tijolos aparentes:

Junta cheia: a argamassa fica aparente, pois é nivelada na superfície do tijolo, dando um tom mais rústico e envelhecido.
Junta seca: nesse estilo, a argamassa fica escondida, dando a impressão de que os tijolinhos estão empilhados. propiciando um visual mais moderno.
Junta frisada: A argamassa fica aparente, mas ela é removida entre os tijolos, criando um efeito de profundidade.

Para o assentamento, é preciso erguer uma parede tendo a argamassa como aliada – mistura de cimento, areia e água. Antes de fazer isso, é importante conferir o nível da parede para que os revestimentos estejam retos.

Outro ponto de atenção durante o assentamento, é limpar os tijolos com um pincel de cerdas em náilon e água limpa para que o cimento não manche a parede.

Manutenção do revestimento

Superfícies com tijolo aparente demandam cuidados permanentes, devido à porosidade do material. Uma dica esperta para utilizar no pós-obra e evitar que o tijolo solte pó após a instalação, é esfregar a parede com uma bucha suave e remover a areia que fica superficialmente sobre a peça. Depois, é necessário impermeabilizar os tijolinhos, evitando a formação de limo e acúmulo de sujeira. Os produtos mais indicados são o silicone líquido ou resina.

 (PB Arquitetura/Photons Fotografia/Casa.com.br)

Em áreas externas, onde o tijolo irá ter contato direto com impurezas vindas da rua, é importante criar uma rotina mensal de limpeza com solução de cloro com água. No ambiente interno, um pano úmido ou uma vassoura de cerdas macias já resolve o problema.

Quando todo processo é feito de forma correta, a parede de tijolinho aparente dura, intacta, até dois anos. Após este período, é indicado aplicar novamente a resina.

Pintura de tijolos na parede

Colorir os tijolos pode garantir uma atmosfera divertida para o ambiente. A arquiteta Marina Carvalho aplicou a técnica no design de um quarto de casal em que o azul foi eleito para dominar o espaço. O ambiente ficou moderno e bastante aconchegante.

 (Evelyn Müller/Casa.com.br)

Para fazer isso, o recomendado é utilizar tinta acrílica – que é mais fácil de limpar do que o látex. Ela pode ser aplicada com rolo, deixando as superfícies uniformes.

Escolha do tamanho

Os tijolos costumam medir 5 x 22 x 10 cm. Ao serem aplicados na parede, rendem o dobro quando são divididos ao meio – ficando com 5 cm de espessura. Além de poupar centímetros em espaços pequenos, a dica ainda ajuda a economizar com matéria-prima. Com essa nova tendência que veio para ficar, fabricantes já até oferecem as peças com pré-corte para agilizar o processo.

 (Jomar Bragança/Casa.com.br)

A seguir, confira alguns ambientes onde os tijolinhos fizeram bonito e são destaque na arquitetura de interiores:

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.