Aprenda a calcular a quantidade de revestimento para piso e parede

Separamos, aqui, dicas fundamentais para os seus projetos arquitetônicos

Por Luiza Cesar Atualizado em 10 Maio 2021, 23h05 - Publicado em 7 Maio 2021, 08h00

Está pensando em realizar uma obra? Saiba que o procedimento para calcular a massa de revestimento, seja para atender um cômodo com segurança ou para reservar porções para manutenções futuras, é essencial.

Roca/Reprodução

“Estimar a quantidade de revestimentos vai além de saber a metragem dos ambientes. Diversos fatores devem ser levados em consideração, como o formato da área, as perdas durante a realização de cortes, entre outros imprevistos que podem ocorrer durante a obra”, aponta Christie Schulka, Marketing Manager da Roca Brasil Cerámica

Sendo assim, evite dores de cabeça e grandes prejuízos com estes 4 passos simples:

Revestimento para pavimentos

 

Incepa/Divulgação

Em projetos com piso, tenha em mente o formato do local a ser revestido. Para áreas regulares, multiplique o comprimento pela largura, obtendo a superfície completa. Faça a mesma coisa com a peça escolhida para aplicação e divida pelo tamanho do chão, encontrando a quantidade de material a ser utilizado. 

Roca/Reprodução

Já os ambientes integrados devem ser medidos com cuidado para ter mais precisão, dividindo o espaço em parcelas menores, calculando-as individualmente e depois somando tudo. Porém, para as áreas não tradicionais, como um triângulo, meça multiplicando o comprimento, largura e divida por dois. Como, nesses casos, o total de recortes ou perdas será maior, por segurança, reserve 10 a 15%. 

Continua após a publicidade

Se preferir efetuar esta etapa a partir do número de caixas a serem compradas, divida o tamanho do chão pelo m² sugerido no produto. Tenha sempre em mente uma quantidade a mais para possíveis perdas no assentamento, recortes ou manutenções futuras. Os formatos de até 90x90cm requerem uma margem em torno de 5 a 10% da superfície a ser revestida. Para os super formatos, o ideal é ter de 3 a 6 peças a mais.

Cálculo para as paredes

Neste caso, o processo é bem mais simples. Multiplique a largura de cada espaço pela altura do cômodo e subtraia as áreas com portas e janelas, pois estas não receberão o produto. Não esqueça da porcentagem de segurança de 5 a 10.

Em um quarto com quatro paredes de 2m de largura e 2,5m de altura, com uma porta de 0,8 x 2m, o cálculo seria este: 4×2 (4 paredes de 2m de largura cada), resultando em 8m. Esses 8m são multiplicados pela altura do ambiente, de 2,5m,  dando um total de 20 m². Por fim, retirada as dimensões da porta e adicionado uma margem de 10%, neste caso, serão necessários 20,24m² de revestimento.

De olho nos rodapés

 

No caso dos rodapés, definir a altura possibilita saber em quantos pedaços uma peça poderá ser cortada. Variando de 10 a 15cm, selecione medidas que permitam a divisão exata para aproveitar todo o material e evitar retalhos ou desperdícios.

Cuidados extras

 

 

Roca/Reprodução

A margem de segurança é de extrema importância, pois além de certificar que você possui produto em casos de imprevistos, garante que não haja variação de cor – uma vez que todo o processo foi feito com o mesmo lote.

Continua após a publicidade

Publicidade