Casa Created with Sketch.

Uma casa feita totalmente com materiais recicláveis

Dos pequenos materiais à estrutura tudo pode ser completamente reciclado nesta construção australiana

 (Nic Granleese/Casa.com.br)

Além do formato, o que mais chama a atenção no projeto desta casa em Beaufort Victoria, na Austrália, é o fato de ela ser sustentável e ter sido feita com materiais recicláveis. Chamada de The Recyclable House, a construção foi projetada e construída por Quentin Irvine, diretor da empresa Inquire Invent Pty Ltd. A inspiração para o formato veio dos icônicos galpões australianos, feitos de lã de aço galvanizado. A impressionante fachada externa exige baixa manutenção e é durável.

“Enquanto aprendia a profissão de construção, identifiquei e fiquei frustrado com o fato de que a maioria das casas australianas são essencialmente construídas com e para irem para o lixo. Mesmo que os materiais, muitas vezes, chegassem ao local como recicláveis, eles seriam destinados a aterros no minuto em que fossem instalados devido às práticas de construção e métodos de instalação usados. Eu encontrei soluções para muitos desses problemas pesquisando métodos de construção mais antigos, bem como pensando criativamente sobre isso”, explica Quentin.

 (Nic Granleese/Casa.com.br)

A própria arquitetura garante calor e conforto no inverno rigoroso da região. Além disso, há sistema de energia solar, que garante aquecimento extra e água quente. A largura de um ambiente da permite ventilação cruzada e isso, juntamente com as sombras do primeiro e segundo andares, a mantém fresca no verão.

Quentin juntou várias técnicas de construção convencionais e as ajustou aqui e ali para melhorar o potencial de reciclagem, a eficiência térmica, a longevidade da construção e a qualidade do ar interno. Este era um objetivo de design importante para que o projeto pudesse ser replicável ​​pela indústria.

 (Nic Granleese/Casa.com.br)

Para garantir que tudo fosse realmente reciclável, foi feita uma extensa pesquisa de materiais. Qualquer colam tinta ou selantes que tenham sido usados no projeto são naturais e biodegradáveis, segundo Quentin.

“Há uma série de materiais reciclados na casa — principalmente madeira no piso, forros de parede e marcenaria. Embora o uso de madeira reciclada seja bom, pois diminui a energia incorporada na construção, e também é bom do ponto de vista de não consumir novos recursos florestais — o uso desses materiais também é questionável. Isso ocorre porque não sabemos onde eles estiveram e não sabemos o conteúdo dos acabamentos usados ​​neles. Consequentemente, não podemos determinar o quão seguro eles seriam para a reciclagem natural por meio da queima ou compostagem sem uma análise mais aprofundada. Infelizmente, quase posso garantir que os acabamentos de muitas das velhas tábuas de assoalho seriam de alguma forma tóxicos, como por exemplo, o chumbo, que era freqüentemente usado em acabamentos. Fizemos o possível para mitigar esse problema, usinando novamente a madeira reciclada usada na casa e fazendo o acabamento com óleo natural”, explica.

 (Nic Granleese/Casa.com.br)

Para garantir um ambiente agradável no interior da casa, Quentin fez uma selagem na construção — com materiais recicláveis, é claro. “Usamos respiro de poliéster reciclável para revestir as paredes da casa. Isso é tão bom para a vedação do ar, mas é permeável ao vapor, portanto, mantendo as cavidades das paredes  livres de mofo e mais saudáveis. Em vez de espalhar as espumas de enchimento por toda a madeira, usamos rufos corretamente instalados e papel de parede corretamente recortado e grampeado para manter as coisas mais herméticas possíveis. Em seguida, usamos isolamento de lã de rocha”, explica.

 (Nic Granleese/Casa.com.br)

E, se você curtiu a ideia de viver em um casa peculiar assim, saiba que ela está disponível para ser alugada pelo AirbnB. Veja mais fotos na galeria abaixo!

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.