Cores e estampas pontuam décor clean em casa de hóspedes, nos Hamptons

A ambientação aposta no fundo neutro misturado com revestimentos, mobiliário e objetos de decoração coloridos e com padronagens diversas

Por Marianna Gualter Atualizado em 17 fev 2020, 16h11 - Publicado em 25 mar 2019, 12h22
Maríli Forastieri/Casa.com.br

O designer de interiores Rodney Lawrence comandou a reforma desta casa de hóspedes no balneário dos Hamptons, em Nova York. Como o imóvel é anexo à casa de praia de um casal com filhos pequenos, a ideia do projeto era montar um espaço agradável para acomodar os convidados da família.

Maríli Forastieri/Casa.com.br

Para dar vida nova aos 225 m² de área construída, várias paredes foram desfeitas a fim de modernizar o layout e criar ambientes mais amplos. O hall de entrada se tornou o ponto central, dando acesso aos três setores da casa: a parte íntima dos quartos, o living com cozinha e a parte externa.

Maríli Forastieri/Casa.com.br

Assinada pelo designer, a ambientação harmoniza o fundo neutro, formado por paredes de base off white e piso de carvalho ebanizado, com revestimentos, mobiliário e objetos de decoração coloridos e com padronagens diversas, marcados pela influência boho chic.

Maríli Forastieri/Casa.com.br

No hall de entrada, o décor é definido pelo encontro de cores e de estampas. Os tons rosados dominam o papel de parede, enquanto os terrosos camuflam a cerâmica ao restante do piso em madeira.

Continua após a publicidade

Maríli Forastieri/Casa.com.br

A claraboia em vitral, localizada no corredor, não era parte dos planos iniciais. A peça é feita com vidro Tiffany e foi colocada à venda devido ao fechamento do restaurante “Tavern on the green”, que ficava no Central Park, em Nova York. Como a obra ainda estava no início e o dono do imóvel é um grande apreciador das luminárias e vitrais da Tiffany, a peça foi imediatamente incorporada ao projeto.

Maríli Forastieri/Casa.com.br

Coberto por estrelas e constelações, o teto do living foi um pedido especial do cliente. Executada pelos Faust Brothers, a obra é inspirada no teto da Grand Central Station, em Nova York. As luminárias redondas Remains completam a atmosfera mística.

Maríli Forastieri/Casa.com.br

Peça central no quarto das crianças, o gaveteiro rústico dá equilíbrio as camas vermelhas – mesmo tom usado na porta do hall de entrada. O papel de parede baseado no livro “Onde vivem os monstros” é o toque lúdico que completa a ambientação.

Maríli Forastieri/Casa.com.br
Continua após a publicidade

Publicidade