Casa urbana de esquina totalmente integrada ao jardim

O projeto do FCStudio investiu em sistemas de construção rápida para levantar a estrutura desta casa em um terreno de esquina em São Paulo

Por Vanessa D'Amaro Atualizado em 17 fev 2020, 16h11 - Publicado em 25 mar 2019, 00h43
Pedro Kok/Divulgação/Casa.com.br

Quem passa em frente a casa do arquiteto Flavio Castro, do FCStudio, em um bairro residencial de São Paulo, não imagina que a fachada discreta esconde um projeto que integra totalmente interior e exterior neste terreno de esquina.

Pedro Kok/Divulgação/Casa.com.br

Com 240 m², a casa apelidada de Box House foi construída em dois volumes. A caixa, que representa o andar superior, apoia-se sobre uma estrutura de vidro, andar térreo, e parece flutuar aos olhos dos visitantes e dos moradores.

Pedro Kok/Divulgação/Casa.com.br

O uso de sistemas pré-fabricados, como steel frame e wood frame, garantiu que a construção fosse feita em um curto espaço de tempo, já que o arquiteto tinha pressa para se mudar. “O principal desafio era construir uma casa de esquina com duas fachadas voltadas para os vizinhos, aproveitando ao máximo o terreno e a luz natural, mantendo a privacidade da rua”, conta Flávio.

Pedro Kok/Divulgação/Casa.com.br
Continua após a publicidade

É no térreo que estão as áreas sociais da residência totalmente integradas ao jardim através das portas de vidro de correr. No andar superior, há apenas um dormitório e uma sala de TV. Ali, o projeto ostenta paredes pivotantes revestidas de painéis de miniwave, que se abrem completamente para o jardim e permitem a entrada de luz natural abundante. Com diferentes opções de abertura, estas paredes controlam a insolação, garantem a proteção acústica e a privacidade na área íntima da residência.

Pedro Kok/Divulgação/Casa.com.br

Um dos destaques do projeto é o terraço que fica no topo da casa. “Na cobertura, o teto jardim funciona como belvedere, completa o programa e estabelece uma relação distinta com o entorno”, descreve.

Pedro Kok/Divulgação/Casa.com.br

Para harmonizar com a estética urbana do projeto, o arquiteto apostou em um décor com peças de design contemporâneo em tons neutros, como off white, cinza e marrom – este último remete ao tom do portão frontal em aço corten. Pitadas de vermelho, azul e verde aparecem nos acessórios para dar vida e personalidade à decoração.

Pedro Kok/Divulgação/Casa.com.br
Continua após a publicidade

Publicidade