Casa Created with Sketch.

Casa em Praga combina cimento queimado e elementos de madeira

A marcenaria de linhas contemporâneas, com um toque lúdico, segue a arquitetura da casa, que privilegia a entrada de luz natural

Com 150 m² e dois andares, esta casa abriga uma família de Praga, na República Tcheca. Os elementos principais da construção, o piso de madeira e o teto de cimento queimado, desenham uma elegante arquitetura de estilo contemporâneo. E, no interior, o mesmo estilo pode ser visto em uma marcenaria de linhas retas e fluidas. São espaços bem iluminados e com toques lúdicos, ideais para se passar bons momentos em família.

 (Tomas Dittrich/BowerBird)

Quem assina o projeto é o escritório Boq Architekti. Mas, os arquitetos não começaram o projeto do zero porque quando eles foram contratados pelos moradores, muito da construção já estava pronta. Apesar disso, eles precisaram fazer algumas modificações.

 (Tomas Dittrich/BowerBird)

O espaço generoso que domina o térreo divide-se em três partes. A sala está situada bem no meio. De um lado, há a cozinha com sala de jantar. Na direção do átrio externo, existe uma área de lazer projetada especialmente para a filha do casal, Dorothy, que dá nome ao projeto.

 (Tomas Dittrich/BowerBird)

A cozinha foi o ambiente que sofreu a maior mudança. Isso porque o projeto inicial não funcionava para a família. Os arquitetos decidiram, então, criar uma grande ilha, na qual colocaram a pia e o fogão. Decidiram também manter a pia do projeto original, que foi alocada no nicho do conjunto de utensílios altos, criando uma zona de preparação de alimentos.

 (Tomas Dittrich/BowerBird)

Sobre a ilha da cozinha, os arquitetos criaram um desnível no teto, que é totalmente iluminado. O elemento cria um contraste com a ilha, que tem tons escuros.

 (Tomas Dittrich/BowerBird)

Embaixo da escada, foram feitos armários e a proteção de vidro dá espaço para um telão retrátil, que é emoldurado por duas estantes. A sala de estar pode ser variada em três versões diferentes graças ao sofá modular.

 (Tomas Dittrich/BowerBird)

Próximo à lareira, tem um cantinho da leitura, que oferece privacidade e claridade, mas ainda está perto da sala, então o espaço não fica isolado.

 (Tomas Dittrich/BowerBird)

O quarto da Dorothy, conta com um móvel multifuncional, que tem guarda-roupas, nicho e prateleira e cama com cabeceira de revestimento magnético, que permite que a pequena exercite a criatividade.

 (Tomas Dittrich/BowerBird)

Já o quarto dos pais, segue a linha oposta, em uma tonalidade mais escura. Apenas um nicho baixo adorna a cabeceira estofada. Entre o quarto e o banheiro, há um pequeno espaço com penteadeira.

 (Tomas Dittrich/BowerBird)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s