Casa Created with Sketch.

Apartamento pequeno de 43 m² com estilo industrial chique

O décor com tons sóbrios e a marcenaria sob medida transformaram o apartamento compacto na morada ideal para um rapaz

 (Vanilla Fotografia/Casa.com.br)

Industrial chique. É assim que a arquiteta Carol Manuchakian define o projeto deste apartamento de 43 m², no bairro de Perdizes, em São Paulo, para um jovem de 25 anos. A metragem era enxuta, mas com soluções inteligentes, como a aposta na marcenaria sob medida, foi possível ampliar e integrar os ambientes para receber os amigos com conforto: o pedido principal do morador. 

 (Vanilla Fotografia/Casa.com.br)

A ideia era que área social do apartamento conseguisse abrigar seis pessoas, por isso Carol investiu em um sofá grande e extensível e pufes. O mobiliário fica todo voltado ao home theater, já que o morador e seus amigos amam futebol e videogame. O painel que abriga a TV foi feito sob medida, o que garantiu excelentes espaços de armazenamento. Vale destacar que a arquiteta projetou um espelho na parede atrás do sofá e isso ajudou a criar a sensação de amplitude no living

 (Vanilla Fotografia/Casa.com.br)

A paleta de cores sóbrias investiu nos tons de cinza, preto e azul – que criam a atmosfera industrial e dão um toque masculino ao décor. O piso vinílico, que imita madeira, garante o aconchego e harmoniza com a parede texturada, que lembra cimento queimado. Repare como os rodapés azuis formam a conexão entre os revestimentos. No teto, a iluminação com trilhos reforça o clima cosmopolita do apartamento.  

 (Vanilla Fotografia/Casa.com.br)

Para garantir a integração, o projeto tirou os caixilhos da porta que separavam a varanda da sala e nivelou o piso dos dois ambientes. Ali, foi criado um espaço multiuso: ao mesmo tempo que serve como terraço gourmet (com mesa de quatro lugares), é também uma lavanderia com tanque e lava e seca. Um dos destaques deste espaço é o cooler embutido de inox, que fica dentro da marcenaria ripada, mais um detalhe pensado para receber. 

 (Vanilla Fotografia/)

No quarto, a metragem também era pequena. Portanto, o armário foi criado com portas espelhadas de correr para ganhar espaço. Há apenas um criado mudo ao lado da cama, mas como é diminuto não caberia ali um abajur. Assim, a arquiteta precisou ser criativa para encontrar uma solução para uma luminária de leitura. Ela sugeriu adicionar arandelas dos dois lados da cabeceira de MDF. “Este projeto foi muito especial porque o morador topou todas as ousadias que propus, desde o rodapé azul, até o cooler embutido”, comenta Carol.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s