Como cuidar dos pets, gatos e cachorros, durante a quarentena

A Catraca Livre consultou o Conselho Federal de Medicina Veterinária e a veterinária Camila Araujo Figueiredo para tirar as principais dúvidas sobre o tema

Por Catraca Livre 3 abr 2020, 10h00
Reprodução/Catraca Livre

Cachorros e gatos podem ser infectados ou transmitir o novo Coronavírus a humanos? Devo parar de passear com meu bichinho de estimação durante o período de isolamento? Posso ir ao veterinário? Nos últimos dias, foram muitas as dúvidas da população sobre a relação entre a covid-19 e os animais.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) explica que não há evidência significativa de que animais de estimação possam ficar doentes ou transmitir o novo Coronavírus (covid-19), até o momento. No entanto, a recomendação é que pessoas infectadas evitem o contato com seus cães e gatos, estabelecendo a quarentena de convivência com eles.

Nos últimos dias, fake news foram compartilhadas nas redes sociais sobre supostas vacinas caninas contra coronavírus. O Conselho Federal de Medicina Veterinária esclarece que existe o coronavírus canino, que atinge o trato gastrointestinal de cães, podendo desencadear um processo de diarreia e vômito, mas o homem é resistente a esse vírus. As vacinas múltiplas, como a V-8 e a V-10, imunizam o cachorro contra o corononavírus canino. Essas vacinas não podem ser aplicadas em humanos e não são eficazes contra a covid-19.

O conselho também reitera a importância dos serviços veterinários e de nutrição animal para a saúde pública, especialmente na prevenção de doenças, no gerenciamento de emergências e enfrentamento de pandemias. Por isso, até segunda ordem, os médicos-veterinários podem manter o atendimento normal em clínicas e hospitais veterinários, mas com algumas ressalvas.

Quer saber mais? Então clique aqui e acesse o conteúdo completo da Catraca Livre!

Continua após a publicidade

Publicidade