Obra “Jardim das Delícias” ganha uma reinterpretação para o mundo digital

O quadro de Hieronymus Bosch recebeu diversas releituras! Confira:

Por Redação Atualizado em 7 nov 2021, 16h12 - Publicado em 7 nov 2021, 19h00
Colección SOLO/Designboom

Imagine isso: um troll da internet encontra o castigo eterno amarrado a um pelourinho em forma de hashtag, enquanto uma figura com o capacete de um astronauta flutua em um paraíso de auto-obsessão.

Estes são apenas dois dos personagens sobrenaturais que habitam a interpretação contemporânea do estúdio holandês SMACK do “Jardim das Delícias Terrenas”, originalmente pintada por Hieronymus Bosch entre 1490 e 1510.

Colección SOLO/Designboom

O painel central do tríptico moderno da SMACK foi criado pela primeira vez em 2016, encomendado pelo MOTI, Museu da Imagem, agora o Stedelijk Museum – em Breda, na Holanda. O estúdio de arte digital concluiu os outros dois painéis, Éden e Inferno, como parte de uma exposição coletiva apresentada por Matadero Madrid e Colección SOLO.

Colección SOLO/Designboom

O evento reúne obras de 15 artistas internacionais: SMACK, Mario Klingemann, Miao Xiaochun, Cassie Mcquater, Filip Custic, Lusesita, La Fura dels Baus-Carlus Padrissa, Mu Pan, Dan Hernández, Cool 3D World, Sholim, Dustin Yellin, Enrique Del Castillo, Dave Cooper e Davor Gromilovic.

Veja também

Colección SOLO/Designboom
Continua após a publicidade

Cada um ofereceu sua própria perspectiva única sobre a obra-prima de Bosch, que está alojada em Madri, no Museu do Prado. Eles também usaram uma variedade de mídias – incluindo inteligência artificial, arte sonora, animação digital, pintura, escultura e instalação -, resultando em uma grande variedade de obras de arte atraentes.

Em uma seção, o artista espanhol Filip Custic condensou a história da humanidade em uma instalação de vídeo chamada ‘HOMO -?’, enquanto o artista americano Cassie Mcquater aproveitou os videogames dos anos 90 para ‘Angela’s Flood’.

Colección SOLO/Designboom

Em outra parte da exposição, Lusesita evoca ternura e repulsa com um tríptico de cerâmica e tecidos. Também há surrealismo digital de Sholim e desenhos a lápis de Davor Gromilovic que oferecem visões alternativas dos jardins originais.

Colección SOLO/Designboom

A exposição do Jardim das Delícias Terrestres está em exibição na Nave 16, em Matadero Madrid, até 27 de fevereiro de 2022. Acompanha também um livro de 160 páginas, publicado pela Colección SOLO, que explora todas as obras de arte apresentadas, sua relação com o original e o fascínio duradouro do jardim.

Veja mais algumas imagens na galeria abaixo!

*Via Designboom

Continua após a publicidade

Publicidade