Esta instalação é criada com o poder da mente por pessoas com deficiência

Obra coletiva chinesa mostra "uma expressão do poder espiritual de pessoas com deficiência”

Por Redação Atualizado em 10 jun 2022, 19h21 - Publicado em 12 jun 2022, 19h00
Em primeiro plano homem cadeirante veste uma coroa que capta ondas cerebrais tem expressão de concentração. Ao fundo, balões de tinta estouram.
Reprodução/Designboom

Para a cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos de Inverno de 2022, realizada no Ninho de Pássaro em Pequim, em 4 de março, a artista chinesa Jody Xiong foi convidada pelo diretor-chefe Zhang Yimou a criar uma instalação de arte tecnologicamente avançada chamada “The Bloom”.

Plataforma circular coberta por várias cores de tinta. Duas pessoas estão sobre ela fazendo grandes traços pretos.
Reprodução/Designboom

Xiong também dirigiu curta-metragem sobre o projeto que você pode assistir abaixo.

Inspirado no trabalho do artista de 2014 intitulado “Mind Art”, o projeto reuniu 12 pessoas com deficiência em torno de uma tela circular de 8 metros de largura para criar um rosto sorridente colorido detonando balões cheios de tinta, usando o poder de suas mentes.

Homem sorri olhando para cima.
Reprodução/Designboom

Para a instalação “The Bloom”, Xiong convidou os participantes a escolher sua cor de tinta favorita para encher balões com detonadores.

Continua após a publicidade

Balões de tinta estourando.
Reprodução/Designboom

Cada um deles usava um dispositivo de captura de ondas cerebrais que enviava um sinal para acionar os detonadores, eventualmente fazendo respingar tinta por toda a tela.

Cadeirantes dispostos em volta de uma grande plataforma circular. Cena acontece dentro de um galpão.
Reprodução/Designboom

O coquetel colorido formou um “smiley face” abstrato destinado a saldar todos que assistem ao filme. “Esta experiência é uma expressão do poder espiritual de pessoas com deficiência”, observa o artista.

Homem veste uma coroa que capta ondas cerebrais tem expressão de concentração.
Reprodução/Designboom

Para refletir adequadamente o tema de 2022, Zhang Yimou convocou uma série de sessões de brainstorming com Jody Xiong e outros criadores, incluindo o mestre Cai Guoqiang.

Balões de tinta estourando.
Reprodução/Designboom

O resultado é uma reviravolta do esquema original “Mind Art” de 2014, adicionando mais impacto e emoção à performance por trás da instalação “The Bloom”.

*Via Designboom

Continua após a publicidade

Publicidade