Casa Created with Sketch.

Artista cria versões realistas de comidas com bordado em 3D

Influenciada pela pop art, a artista polonesa Alicja Kozlowska busca fazer seus espectadores repensarem peças e objetos que, geralmente, não são valorizados

 (Alicja Kozlowska/Divulgação)

Inspirada na pop art, tão bem difundida por Andy Warhol, a artista polonesa Alicja Kozlowska cria esculturas de feltro bordadas em 3D de objetos do cotidiano, como latas de Coca-Cola, pacotes de Lays e sopas enlatadas. A ideia é ilustrar a relação entre as obras de arte e os produtos de consumo do dia a dia, incentivando os espectadores a repensar as peças, que muitas vezes não valorizam.

 (Alicja Kozlowska/Divulgação)

Para produzir seus bordados intrincados, Kozlowska usa uma agulha como um pincel. Além disso, ela combina diversos materiais, como etiquetas, jornais, películas, feltros e tecidos, trabalhando na técnica de estampa artística – metade à mão e metade à máquina de costura. “Pintar costurando para mim é o formato para lidar com a indiferença profundamente negativa e culturalmente construída”, ela diz.

 (Alicja Kozlowska/Divulgação)

“Mesmo as melhores intenções saudáveis ​​ou pró-sociais de itens produzidos em massa morrem no momento em que chegam a uma prateleira”, explica a artista, que destaca que os designers de embalagens podem ser alguns dos artistas mais criativos, cujo trabalho frequentemente não é reconhecido, porque o os consumidores não estão pensando em arte.  

“Os consumidores ainda são frequentemente guiados por padrões, então eu quero ajudá-los a olhar para objetos ou mercadorias do dia a dia de uma perspectiva diferente”, diz.

 (Alicja Kozlowska/Divulgação)

O trabalho de Kozlowska é profundamente influenciado por Andy Warhol, apresentando aparentes referências e estéticas da pop art. “O que mais me cativou no trabalho de Warhol foi a total elegância, simplicidade e franqueza de suas pinturas”, conta.

“Minha arte está intimamente conectada à vida cotidiana, contextos sociais e de mídia de massa que, por sua vez, ajudaram a definir não apenas o significado de minhas obras, mas também a mim como artista”, explica Kozlowska. “Nenhum artista pode controlar a passagem do tempo, mas faço o meu melhor para estar mais atenta aos contextos culturais e de apresentação e como este processo atribui significado às minhas obras de arte”. 

Veja mais fotos das obras de Kozlowska na galeria abaixo:

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.