SuperLimão projeta Escola 42 inspirada em filmes de ficção científica

A 42 São Paulo, como foi batizada, resultou em um projeto contemporâneo, cujo programa se divide em quatro espaços, em uma área e 900 m²

Por Alex Alcantara 18 fev 2020, 15h13
Israel Gollino/Casa.com.br

Não sei se você já ouviu falar da Escola 42. Se sim, ignore essa parte. Mas para quem não sabe, a instituição de ensino francesa se instalou em São Paulo, em 2019, e funciona com um método de ensino colaborativo, onde o aluno escolhe seu próprio currículo e avança através de módulos e sem professores, livros e emissão de diploma.

Israel Gollino/Casa.com.br

Para sua chegada em terras paulistanas, a escola contatou o SuperLimão Studio para concretizar todos os conceitos da instituição. Para isso, o projeto de arquitetura precisava ser eficiente, atrativo e atender às necessidades técnicas e visuais para que o público – formado por pessoas a partir de 18 anos – estivesse imerso em seu universo e método de ensino.

Israel Gollino/Casa.com.br

A 42 São Paulo, como foi batizada, resultou em um projeto contemporâneo, cujo programa se divide em quatro espaços – um de eventos e os outros três com salas para programação (com layouts diferentes) – em uma área e 900 m².

Israel Gollino/Casa.com.br

Alem disso, os profissionais usaram de inspiração filmes de ficção científica, como “O Guia do Mochileiro das Galáxias“, do autor inglês Douglas Adams para escolher seu nome e para definir cores, materiais e acabamentos dos espaços da escola, a arquitetura também se inspirou no universo high tech dos anos 1960/1970/1980, como o filme “2001: Odisseia do Espaço”, de Stanley Kubrick.

Israel Gollino/Casa.com.br
Continua após a publicidade

A laje ainda vazia, sem uso anterior, ganhou nova construção em todo espaço, com uma planta 40 x 4, comprida e estreita. O núcleo central é formado por uma copa e áreas de TI e os demais ambientes usados para salas de reunião, staff, programação e área de eventos. Há ainda uma cobertura/área externa para momentos de descompressão.

Israel Gollino/Casa.com.br

O mobiliário foi desenvolvido pelo SuperLimão para atender a uma necessidade de acomodação atípica, por isso a escolha de mobiliários leves, com rodízio para fácil locomoção e caixotes para serem usados em ações especiais dentro do espaço.

Israel Gollino/Casa.com.br

O forro é feito de madeira mineralizada com tratamento acústico e em celulose projetada e foi desenvolvida uma paleta de cores especialmente para a aplicação no projeto, que tem a descontração presente na serralheria e na sua comunicação visual.

Gostou do projeto? Então navegue na galeria abaixo e veja mais fotos:

Continua após a publicidade

Publicidade