Casa Created with Sketch.

Senso visual desenvolvido de Russell Tovey deu vida a seu apê

O ator, que também admira e coleciona arte, combinou mobília com obras e decorou sozinho sua casa

 (Helen Cathcart/Divulgação)

Mais paixão“. É essa a frase, em inglês, pendurada na porta do apartamento de Russell Tovey em Londres.

Feita pela artista britânica Tracey Emin, a placa em neon vai ao encontro com a vida já bastante apaixonada levada por Tovey, que é ator, podcaster do mundo da arte, remodelador de apartamentos, frequentador de academia e pai de seu buldogue francês, Rocky. 

Tovey e seu cachorro Rocky na mesa de jantar Holborn por e15, que ele combinou com dois bancos de carvalho vintage e cadeiras de meio século que ele colecionou de vários lugares ao longo dos anos. Ao fundo, há um banco de madeira da icônica designer francesa Charlotte Perriand. Atrás dele há uma pintura de Matt Connors, ao lado de uma escultura de Rebecca Warren.

Tovey e seu cachorro Rocky na mesa de jantar Holborn por e15, que ele combinou com dois bancos de carvalho vintage e cadeiras de meio século que ele colecionou de vários lugares ao longo dos anos. Ao fundo, há um banco de madeira da icônica designer francesa Charlotte Perriand. Atrás dele há uma pintura de Matt Connors, ao lado de uma escultura de Rebecca Warren. (Helen Cathcart/Divulgação)

O ator de Being Human (BBC) decidiu, há 5 anos, se mudar do bairro de Soho para um apartamento à venda em Shoreditch. “Eu amei a área; é vibrante, mas fria, e, quando entrei, pude me ver morando aqui”, disse ele.

Para os padrões londrinos, o espaço é amplo e lembra um loft. Conta com uma sala de estar grande com cozinha, dois quartos e banheiros, camarim e lavanderia.

 (Helen Cathcart/Divulgação)

O bloco do armazém onde o apartamento foi construído é original da década de 1880 e uma vez armazenou as coleções de tecidos do Museu Britânico. Tovey foi atraído instantaneamente pela a sensação de espaço, luz e, como ávido colecionador de arte, pelas enormes paredes.

Depois de instalar sua arte, o ator recebeu críticas dos amigos, que acharam o espaço muito frio e clínico. “Eu disse: ‘Mas isso é ótimo, certo?’, e eles me disseram ‘não mesmo, Russell, não!'”, lembra ele.

 (Helen Cathcart/Divulgação)

Mas Tovey tem um senso visual desenvolvido, e conseguiu decorar o apartamento sem a influência de um designer de interiores. A casa conta com tecidos táteis e peças de arte, conseguidas através de artesãos, mercados de pulgas e brechós.

“As pessoas acham que a fine art é o auge, mas uma peça de cerâmica artesanal pode me dar o mesmo prazer. Acho que funciona aqui porque a mobília, a arte e os objetos se assentam em uníssono, como pequenos grupos familiares, conversando uns com os outros”, diz Tovey.

Aqui, um sistema de prateleiras fica ao lado de um gabinete de lingueta e ranhura feito sob encomenda, feito de acordo com as especificações de Tovey e ocultando o trabalho elétrico e de tubulação. Acima da prateleira de parede estão as obras de Leon Polk Smith (em cima) e George Condo (abaixo). A escultura no chão, perto da estante, é de Sebastian Stöhrer. As obras nas estantes incluem uma figura de Bart Simpson, de Joyce Pensato, e figuras de desenhos animados de cerâmica, de Magdalena Suarez Frimkess.

Aqui, um sistema de prateleiras fica ao lado de um gabinete de lingueta e ranhura feito sob encomenda, feito de acordo com as especificações de Tovey e ocultando o trabalho elétrico e de tubulação. Acima da prateleira de parede estão as obras de Leon Polk Smith (em cima) e George Condo (abaixo). A escultura no chão, perto da estante, é de Sebastian Stöhrer. As obras nas estantes incluem uma figura de Bart Simpson, de Joyce Pensato, e figuras de desenhos animados de cerâmica, de Magdalena Suarez Frimkess. (Helen Cathcart/Divulgação)

Foi esta mistura harmônica e minimalista entre arte e mobília que deu vida ao que poderia ter sido uma casa estéril.

Agora, seja quando Russell está passando tempo com amigos ou apenas saindo com Rocky e se aprofundando em seus livros de arte, “todo mundo sempre se sente confortável e ancorado”, ele diz, “nunca perdido no espaço”.

Confira na galeria abaixo demais fotos do apartamento:

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.