Formas criativas de economizar no dia da mudança

Mudar de casa já é dispendioso por natureza, saiba como gastar menos sem comprometer a saúde ou as suas coisas!

Por Marcela De Mingo 4 jul 2018, 14h42

Além de todo trâmite que acompanha a compra ou o aluguel de um apartamento ou casa, é preciso pensar na parte mais confusa de todas: a mudança. Todo esse processo já é dispendioso por si só e esse, talvez, é o momento em que você mais pode economizar. Claro que existem formas de fazer isso que não significam você carregar caixas e mais caixas e comprometer a sua saúde no meio do caminho.

Mas como é possível economizar com a mudança? Confira algumas dicas abaixo:

1.Mude em um dia da semana aleatório

É um fato que o momento da semana em que as mudanças mais acontecem é entre sábado e domingo, por isso, tente ir na contramão e mudar durante a semana, em um dia aleatório. Ah, e mais uma coisa: o meio e o fim do mês são os momentos mais ocupados para empresas de mudança, e a demanda também é bastante alta durante o verão. Com esse planejamento inicial, você consegue tarifas mais em conta e economizar um pouco mais com todo o processo.

2.Procure caixas de papelão em negócios locais

Pode ser que você já tenha ouvido isso antes. Ao invés de gastar a mais com as caixas providas pelas empresas de mudança, passe em supermercados e lojas atrás de caixas de papelão que serão descartadas, e que você pode reaproveitar. Dessa forma, você dá vida nova para um papel que seria jogado fora e ainda consegue você mesma priorizar o que deve ser encaixotado, onde e de qual maneira. Uma dica de ouro: tente chegar nos mercados logo na hora que abrem. É nesse momento que eles desempacotam produtos e se livram das caixas.

Continua após a publicidade

3.Seja criativo na hora de empacotar coisas

Ao invés de focar apenas em caixas de papelão, lembre-se que malas, sacolas e cestos para roupas sujas, os próprios armários e todos os tipos de sacolas reutilizáveis que você tem podem ajudar nessa tarefa. resultado: menos caixas e pacotes especiais para embalo de roupas, que custam mais caro.

4.Faça uma mudança parcial

Contratar uma empresa de mudanças para fazer o processo completo pode sair muito caro, por isso, você pode optar por dividir isso de acordo com o tipo de coisa que precisa ser movida. Móveis grandes e pesados, louças e outros itens que dependem de uma força física maior podem ficar por conta desse pessoal, o restante, você pode transportar em algumas viagens de carro ou pedindo ajuda para amigos e familiares próximos.

5.Prepare suas refeições antes

Pode parecer sem sentido falar de refeições em uma matéria sobre mudança. Mas a tentação de comer fora enquanto você tem tanto trabalho para fazer, e consequentemente gastar mais, é muito grande. Por isso, prepare algumas refeições com antecedência, que podem ser consumidas durante o dia. Isso também tira outra preocupação da sua cabeça e você pode se manter focada na tarefa mais importante.

Siga Casa.com.br no Instagram

Divulgação/CASA CLAUDIA
Continua após a publicidade

Publicidade