Casa Created with Sketch.

“Não escolham a extinção!”: dinossauro discursa na ONU

Com a voz de Jack Black, o animal pede aos líderes que ajam na crise climática

 (UNDP/Designboom)

E se um dinossauro fizesse um discurso para os líderes dos países? Será que assim dariam a devida atenção ao maior problema que enfrentamos hoje? Essa foi a estratégia tomada pelo Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (PNUD), que lançou um novo curta-metragem dublado por celebridades globais que destacam a crise climática.

Intitulado “Não Escolha a Extinção”, o vídeo mostra um dinossauro falante, interpretado por Jack Black, insistindo que os líderes globais na sede das Nações Unidas tomem alguma providência.

 (Nações Unidas/Designboom)

Dentro do icônico salão da assembleia geral – um espaço que ficou famoso por seus discursos que fazem história – o animal diz a uma platéia de diplomatas chocados que “é hora de os humanos pararem de dar desculpas e começarem a fazer mudanças” para lidar com a crise climática. “Pelo menos tivemos um asteroide, qual é a sua desculpa?”, perguntou o dinossauro.

A campanha e o vídeo do PNUD têm como objetivo destacar os subsídios aos combustíveis fósseis e como eles estão anulando o progresso significativo para acabar com a mudança climática e estão impulsionando a desigualdade ao beneficiar os ricos.

O curta, o primeiro a ser feito dentro da assembleia geral da ONU usando animação digital, mostra o dinossauro destacando como o apoio financeiro aos combustíveis fósseis ajuda a manter o custo do carvão, do petróleo e do gás baixos para os consumidores – é irracional e ilógico em face de um clima em mudança.

 (UNDP/Designboom)

“Pense em todas as outras coisas que você poderia fazer com esse dinheiro. Em todo o mundo, as pessoas vivem na pobreza. Você não acha que ajudá-los faria mais sentido do que … pagar pela morte de toda a sua espécie?”, afirmou o animal extinto.

Como parte da campanha, também foi divulgado uma pesquisa que mostra que o mundo gasta US $ 423 bilhões anualmente para financiar combustíveis fósseis para os consumidores – petróleo, eletricidade gerada pela queima de outros combustíveis fósseis, gás e carvão.

Veja também

Para colocá-lo em perspectiva, esse valor poderia cobrir o custo da vacinação da COVID-19 para cada pessoa no mundo, ou pagar três vezes o valor anual necessário para erradicar a pobreza extrema global. Imagine nisso!

“O filme é divertido e envolvente, mas as questões que levanta não poderiam ser mais sérias’, disse Ulrika Modéer, chefe do gabinete do PNUD para relações externas e advocacia. ‘O secretário-geral da ONU chamou a crise climática de ‘código vermelho para a humanidade’.

Queremos que o filme seja divertido, mas também queremos aumentar a conscientização sobre o quão crítica é a situação. O mundo deve intensificar a ação climática se quisermos ter sucesso em manter nosso planeta seguro para as gerações futuras.”

O vídeo foi criado em parceria com David Litt e Framestore. Wunderman Thompson construiu o ecossistema digital para a iniciativa, enquanto a Mind Pool produziu uma ferramenta de engajamento de inteligência coletiva para a plataforma da campanha.

*Via Designboom

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.