Casa Created with Sketch.

Como construir uma cisterna para aproveitar a água da chuva

Uma ótima opção para quem gosta de DIY e praticar o consumo consciente de água

 (casologica.com.br/Reprodução)

Muitos associam o uso das cisternas com as regiões pouco favorecidas do país, que não possuem água potável. Por ser um equipamento economicamente sustentável e seguro, toda residência deveria aplicar o sistema.

rain barrel in the garden

rain barrel in the garden (ciclovivo.com.br/Reprodução)

Seja para a limpeza de pisos, áreas externas, carros, jardins e até irrigação de plantas e descargas de vaso sanitário, a reutilização da água da chuva é uma excelente forma de incluir o consumo consciente na rotina. Se achar o processo muito trabalhoso, você pode adquirir um recipiente pronto. Uma boa opção é a minicisterna, por possuir fácil instalação, mas existem diversos modelos e tamanhos.

Sabia que é possível construir e instalar uma cisterna em casa? Veja o passo a passo:

Antes da instalação, alguns cuidados necessários:

 (assai.com.br/blog/Reprodução)

Limpeza do telhado

Higienize o caminho da chuva para evitar contaminação, uma vez que ela escorre pela calha e move-se até o reservatório. Você pode tirar as folhas e sujeiras mais grossas com a mão e lavar o telhado com água, sabão e água sanitária – garantindo uma limpeza profunda.

 (Reprodução/Pinterest)

Escolha o recipiente

Neste item, tenha em mente a capacidade de armazenamento necessária, a depender do tamanho da casa. A mais comum é a bombona, tanque de plástico muito usufruída no transporte de alimentos, sua capacidade é de 200 a 250 litros. Você também pode adquirir uma caixa d’água ou interligar diversos tipos.

Apenas tome cuidado para não escolher uma embalagem que transportou produtos químicos.

 (artmaison.com.br/Reprodução)

Local a ser escolhido

Análise onde você vai colocar a cisterna. Ela deve ficar perto da queda d’água e em um ambiente que não bate muito sol – para não facilitar a proliferação de fungos e algas. Se não for possível posicioná-la na sombra, a manutenção deve ser constante.

Caso for instalar no alto, leve em consideração o peso que seu telhado ou laje terá que aguentar. Uma caixa de mil litros cheia equivale a uma tonelada.

Veja também

 (permacultoresurbanos.com/Reprodução)

Materiais

Tubos e conexões de PVC:

  • 3 anéis de borracha de 75 mm
  • Cap de 75 mm
  • 4 joelhos 90° de 75 mm
  • Plugue de 50 mm
  • 2 junções em T de 75 mm
  • 2 tubos de 75 mm x 3 m
  • Flange ¾

Outros:

  • Adesivo plástico para PVC 17 gr (cola)
  • Massa epoxi 100 gr
  • Álcool para limpezas (ou solução limpadora)
  • Detergente de cozinha
  • Bombona de 240 litros com tampa grande (ou similar)
  • Estopa ou retalhos de panos para limpeza
  • Fita veda rosca 18mm x 10m
  • Lixa 80 (para ferro)
  • Lixa 120 (para ferro)
  • 6 blocos de concreto
  • Tela mosquiteiro
  • Torneira para tanque 3/4″ (esfera)

Ferramentas:

  • Alicate
  • Arco de serra
  • Miniarco de serra
  • 3 brocas de aço rápido: 2,5 mm, 4 mm e 6 mm
  • Estilete
  • Fogão a gás ou soprador de ar para PVC
  • Furadeira
  • Gabarito de madeira
  • Lápis
  • Lima grosa redonda
  • Lima grosa meia cana
  • Trena 3 m
  • Martelo
  • Caneta
  • Grifo
  • Tesoura comum

 (Reprodução/Pinterest)

Como fazer:

Prepare a tubulação

Marque e serre os tubos de PVC utilizando um gabarito – faça com um pedaço de um joelho de 90° e lixando, com gramatura 80, a ponta – para indicar os cortes. 

Conforme essas medidas:

2 tubos de 19 cm – para confecção do filtro

20 cm – entrada na bombona

40 cm – tubo do ladrão

70 cm – redutor de turbulência

120 cm – tubo de saída

100 cm – tubo do descartador

As medidas são indicadas para uma caixa de até 240 litros.

 (Reprodução/Pinterest)

Furação do reservatório

Após serrar os tubos, você vai furar a bombona para encaixá-los.

Com uma caneta, use o mesmo gabarito, e faça uma marca lateral 3 cm abaixo da tampa. Prepare a furadeira com uma broca de 6 mm e crie furos paralelos completando a circunferência.

Ainda com a furadeira, termine de ligar os furos e ,com uma lima grossa meia cana, conclua a tarefa garantindo que o buraco fique do tamanho da marcação.

 (assai.com.br/blog/Reprodução)

Redutor de Turbulência

O redutor de turbulência faz com que a água entre por baixo do receptor. Para montá-lo, você irá precisar de um tubo de 70 cm e dois joelhos de 90°. Comece alinhando uma junção em ‘T’ com o tubo de 70 cm, utilizando um anel de vedação. Com a cola para PVC, forme com os dois joelhos de 90° um ‘U’.

Um dos itens será aquele do gabarito de PVC que marcamos os tubos e a bombona.

Por último, junte o ‘U’ no tubo acrescentando o anel de vedação. O formato fará com que a boca fique para cima, evitando que o fluxo de água mexa a sujeira acumulada no fundo e garantindo que a água sai limpa pela torneira.

 (Reprodução/Pinterest)

Descartador das primeiras águas da chuva

O descartador tem função de eliminar, da sua cisterna, a primeira água da chuva – sendo uma espécie de desvio que, ao se encher, permite que o restante da água limpa siga para o reservatório.

Corte um pedaço de tubo de 1 metro de comprimento e cole uma luva numa das extremidades. Encaixe o lado da luva em uma junção em ‘T’ (conexão de PVC). Coloque o anel de borracha, passe detergente e anexe a ponteira do descartador na outra extremidade do tubo.

Agora, basta unir a ponta de cima da junção ao filtro de folhas. A saída lateral da ligação receberá o tubo de 20 cm que vai para o tanque.

 (Reprodução/Pinterest)

Filtro de folhas

O filtro tem o papel de reter a sujeira mais grossa proveniente do telhado – como galhos, folhas e insetos. Você vai precisar de um tubo de 19 cm e de um gabarito de madeira. Entenda os detalhes da produção neste link (aqui).

 (ecycle.com.br/Reprodução)

Preparação da saída do sistema 

Neste passo você construirá o “ladrão”, que dá vazão ao excesso de água no recipiente. Pegue um tubo de 40 cm de comprimento e, na sua lateral, faça um buraco com 5 cm de largura e 15 cm de comprimento. É por este buraco que o excesso de água do sistema vai sair.

Dentro do tubo, crie uma pequena barreira com um pedacinho de PVC, para forçar a água da chuva descer com o redutor de turbulências e depois entrar pelo ladrão.

 (ecycle.com.br/Reprodução)

Inspecionador

Do mesmo jeito que você furou a saída de água do receptor, você irá furar outra para o plugue inspecionador. Ela deve ser feita com 4 cm de altura da tampa, na mesma altura dos tubos de entrada. Use o plug de 50 mm para marcar e faça igual o tubo de entrada.

 (Reprodução/Pinterest)

Torneira

Por aqui que você irá retirar a água que armazenou. Você utilizará uma flange ¾ para acoplá-la à caixa.

Tenha a parte rosqueada da flange para marcar o local do corte no recipiente Com a furadeira, faça furos paralelos na parte interna da marcação e, com uma lima meia cana, termine de arredondar as aberturas.

Teste se a flange se encaixa e remova o excesso de plástico com a lixa. Passe 10 voltas de fita veda rosca na torneira e rosqueia na flange.

 (assai.com.br/blog/Reprodução)

Saída do sistema

No tubo de saída você deve colocar uma tela de mosqueteiro para evitar que insetos transmissores de doenças entrem. Para isso, corte um pedaço de tela que cubra bem o bocal do tubo. Instale um joelho de 90° e, com um estilete, corte a rebarba da tela mosquiteiro.

Para terminar, reúna todas as peças e fixe a bombona no lugar em que ela vai ficar definitivamente. Junte o ladrão na saída do tanque e alinhe à ligação em ‘T’ do redutor de turbulência. Na outra ponta deste, inclua um tubo simples que deve atravessar o buraco de entrada da cisterna.

Depois, faça a conexão vertical, a partir da saída da calha, com tubos para a descida da água e passagem pelo filtro e descartador, unidos nesta ordem. Calcule o comprimento que essa montagem deve ter, considerando que a saída lateral da junção em ‘T’ deve chegar até o tubo de entrada do reservatório.

E voilà!

*Via Ecycle

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.