Casa Created with Sketch.

Casa de 22 m² recebe projeto de visão ecocêntrica e de amor pela terra

O projeto, do escritório FLOAT, visou dois pavilhões minimamente conectados ao solo e desmontáveis

Outside House, projetada pelo escritório FLOAT

 (Olivier Koning/ArchDaily)

Esta casa de 22 m² localizada em Maui County, nos Estados Unidos, foi pensada para uma vida no exterior. Nela, dois pequenos pavilhões moldam as bases da vida cotidiana e estruturam uma relação intencional com o terreno.

A “Outside House“, como foi chamada, recebeu o projeto do escritório FLOAT. A sua moradora é uma assistente social do hospício e conservacionista de terras que usa a parte mais alta do imóvel como um refúgio de baixa temperatura na cidade.

Pavilhão localizado em meio à vegetação dos Estados Unidos

 (Olivier Koning/ArchDaily)

Ela e sua família começaram a visitar esta terra na década de 1960. Suas primeiras lembranças do lugar são de rastejar por tubos de lava perto dos agora ameaçados Wiliwilis, árvores havaianas historicamente usadas para flutuar em canoas.

Construída como um ponto de conexão entre a família e as terras que eles administram no interior de Maui, a casa foi inspirada no estúdio de redação da Watershed, projetado também pela FLOAT. A ideia era que o imóvel reforçasse a conexão dos moradores com o local. Em resposta, a FLOAT projetou dois pavilhões opostos que se estendem por um fluxo de lava de trezentos anos.

Pavilhão fechado e estrutura conectada ao solo e projeto de visão ecocêntrica

 (Olivier Koning/ArchDaily)

O pavilhão fechado é chamado de Mauka, em homenagem à palavra havaiana que significa “interior em direção às montanhas”. Ele é um minúsculo quarto separado, orientado para observar o fluxo de lava e captar a primeira luz do nascer do Sol sobre os cones de concreto. Depois daquela breve luz do Sol matinal, o quarto fica em uma sombra fria para leitura diurna e cochilos.

Veja também

O pavilhão externo é chamado de Makai, em homenagem à palavra havaiana que significa “em direção ao mar”. Este pavilhão é uma plataforma coberta que abriga um deck, cozinha ao ar livre e chuveiro ao ar livre escondido, todos abertos para vistas do Pacífico e da ilha de Kahoolawe.

Cozinha do pavilhão completamente integrada à natureza

 (Olivier Koning/ArchDaily)

O centro da Outside House é o terreno irregular e em constante mudança entre os pavilhões. As áreas não construídas – líquen na lava, uma parede de rocha curva, uma árvore mamane endêmica em crescimento – são a essência da vida diária neste lugar e o que os moradores mais valorizam.

De acordo com a administração do terreno pelos moradores, os pavilhões foram projetados para serem minimamente conectados ao solo e também desmontáveis. O Makai é uma estrutura pré-fabricada de aço galvanizado que foi transportada, montada manualmente e ancorada ao solo com quatro hastes roscadas. O designer teceu o painel de cortinas e o box do chuveiro com corda marinha. O deck e o revestimento são fresados ​​com zimbro, uma árvore colhida para proteger as águas subterrâneas e o habitat no noroeste do Pacífico.

Quarto e home office do pavilhão com vista para a natureza circudante e cadeira, tudo revestido por madeira

 (Olivier Koning/ArchDaily)

Já o Mauka é uma construção leve com estrutura de madeira, apoiado acima do solo em quatro pilares de concreto. Este pavilhão é revestido com filme reflexivo nos lados Norte e Sul e com cedro vermelho ocidental no Leste e Oeste. As aberturas de ventilação ao longo da base das paredes Norte e Sul permitem uma quantidade confortável de movimento de ar e luz indireta na sala individual. Além disso, o revestimento de policarbonato protege o telhado e as aberturas das chuvas regulares da ilha.

 (Olivier Koning/ArchDaily)

A Outside House tem como objetivo demonstrar a visão de mundo ecocêntrica dos proprietários, uma perspectiva que está enraizada no conceito havaiano de aloha aina – o amor pela terra.

Parte do pavilhão com revestimento de madeira

 (Olivier Koning/ArchDaily)

* Via ArchDaily

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.