Satélite pode limpar lixo espacial com uma rede

O RemoveDEBRIS funciona como um lixeiro espacial e poderá acabar com todos os detritos do espaço

Por Evelyn Nogueira Atualizado em 17 fev 2020, 16h01 - Publicado em 9 jul 2019, 18h00
Reprodução/Casa.com.br

Desde que o homem saiu do planeta Terra e viajou para o espaço com um foguete, temos dados de lixo em todo o Universo. Esse lixo é composto por diversos objetos: são pedaços quebrados de foguetes, satélites, naves disfuncionais e até mesmo itens perdidos por astronautas.

Segundo dados da Agência Espacial Europeia (ESA), já existem cerca de 7,5 mil toneladas de lixo espacial em órbita. Além de ser um problema para o universo, este tipo de lixo é perigoso pois pode colidir com satélites em funcionamento e causar graves acidentes. Por isso, ideias e propostas surgem para achar soluções para uma limpeza espacial. A mais assertiva até o momento foi uma iniciativa da Universidade de Surrey, no Reino Unido.

O RemoveDEBRIS – removedor de detritos, em tradução livre – é o primeiro satélite que funciona como lixeiro espacial. Uma rede está conectada a um arpão para coletar os pedaços de lixo que transitam pela órbita.

Reprodução/Casa.com.br
Continua após a publicidade

O primeiro teste foi feito a 300 quilômetros de altitude e, para Guglielmo Aflietti, diretor do Centro Espacial de Surrey, foi um sucesso. “Funcionou exatamente como esperávamos. O alvo estava girando como você esperaria que um lixo não-cooperativo se comportasse, mas você pode ver claramente que a rede o captura, e estamos muito felizes com a maneira como o experimento foi feito”, disse o professor em entrevista a BBC.

Reprodução/Casa.com.br

O próximo passo da operação é colocar em ação um sistema de câmeras, capaz de rastrear o lixo espacial. Na sequência, outro sistema de captura será testado. O último teste lançará no espaço uma espécie de “rede de arrasto”, como a usada em pescas. Nessa missão, ela capturará tudo que encontrar no caminho.

Veja abaixo o vídeo que explica como o satélite funcionará:

Continua após a publicidade

Publicidade