Estúdio Módulo vence concurso para nova sede da AEAS

O projeto busca criar um lugar propício a experiências técnicas e materialidades, sendo ele mesmo uma exposição permanente do que foi estudado em criação

Por Yara Guerra Atualizado em 17 fev 2020, 15h55 - Publicado em 14 ago 2019, 15h01
Divulgação/Casa.com.br

O Estúdio Módulo de Arquitetura, liderado pelos arquitetos Marcus Vinicius Damon e Guilherme Bravin, foi o grande vencedor do concurso para a nova sede da Associação de Engenheiros e Arquitetos de Sorocaba (AEAS).

Com um partido arquitetônico que busca traduzir a missão da AEAS de desenvolver e difundir conhecimento científico, o desenho proposto pela dupla pretende equilibrar a sensação da escala monumental, urbana e humana

Divulgação/Casa.com.br

A obra busca, ainda, ser um local para experiências técnicas e de materialidades, de modo a ser ela mesma a exposição permanente das soluções estudadas e aplicadas. 

Sua implantação considera a construção em fases: o edifício-sede será construído paralelo à avenida. Desta forma, a via pública sempre terá a percepção da condição plena do complexo, mesmo sem a finalização do auditório e da torre, que ocuparão o miolo da quadra. 

A escala do pedestre é respeitada sem agredir a escala pública, através da composição dos volumes, do posicionamento do bloco horizontal voltado para a avenida e do bloco vertical recuado.

Divulgação/Casa.com.br

O projeto organiza a sede em três etapas: barra, esplanada e base. A barra, de estrutura metálica apoiada em pilares de concreto, flutua sobre o espelho d’água e organiza de forma racional os ambientes de trabalho.

Continua após a publicidade

Divulgação/Casa.com.br

Na cota da cidade, a esplanada busca o visitante desde a calçada para um caminhar linear e direto, sem deixar de lado as sensações promovidas pelo percurso, que corta o espelho d’água e oferece visuais generosas. A vista para a cidade e para o Morro Ipanema se mantém pública.

A base, por sua vez, é de concreto e acolhe ambientes mais fechados, mas sempre articulados por pátios e vazios.

Divulgação/Casa.com.br

Ao átrio central cabe articular as circulações entre os espaços. A partir do térreo, o visitante nota os programas dos níveis inferiores e superiores.

Externamente, a barra se fecha em painéis de vidro e tem como proteção solar uma tela tensionada composta por poliéster e PVC, material que remete à história de Sorocaba como polo da indústria têxtil.

Divulgação/Casa.com.br

Colaboraram, neste projeto, os profissionais Andressa Diniz, Erica Tomasoni, Lucas Zabeu Cunha e Vitoria Hassuani.

Continua após a publicidade

Publicidade