Review: nova máquina da Nespresso faz café para todos os gostos

A Vertuo Next possui uma tecnologia que lê códigos de barras nas cápsulas e permite fazer desde espressos de 40ml até canecas de 230ml

Por Ana Harada Atualizado em 15 jun 2021, 20h47 - Publicado em 27 abr 2021, 18h00
Máquina vermelha sobre mesa redonda com tampo de mármore. Quatro xícaras de vidro de diferentes tamanhos
Reprodução/Nespresso

Vamos falar a verdade, não dá para fazer home office sem um cafezinho (ou dois ou três) ao longo do dia né? Mas, em casa, nem sempre todo mundo gosta do mesmo tipo de café, alguns preferem mais forte, estilo espresso, outros preferem tomar uma garrafa inteira mais fraca. E há aqueles que, como nós, adoram ficar experimentando. Pensando nos muitos gostos de café, a Nespresso acaba de lançar no Brasil sua nova máquina, a Vertuo Next.

Cinco xícaras de vidro com cafés em diferentes tamanhos. Três cápsulas com diferentes tamanhos
Reprodução/Nespresso

Super tecnológica, ela é capaz de produzir diferentes blends e tipos de café em diferentes tamanhos, que vão de 40ml até 230ml! A Nespresso enviou um exemplar ao Casa.com para que nós testássemos em primeira mão. Confere aqui o que achamos!

Como funciona

 

Cápsula marrom em primeiro plano. Máquina vermelha com xícara de vidro ao fundo
Redação/Casa.com.br

A Coffee Ambassador da marca, Daniela Santos, conta que a máquina possui um sistema chamado centrifusion, que garante muito sabor e MUITA crema – aquela “espuma” maravilhosa que se forma em cima do líquido. Ele consiste em duas etapas.

Gif com café caindo da máquina para xícara de vidro
Redação/Casa.com.br

O primeiro passo é a infusão: em volta de cada cápsula existe um código de barras que é lido pela máquina. Ele determina a quantidade de água que será necessária para aquela bebida específica. O segundo passo é a centrifugação, no qual a cápsula gira muito rápido (cerca de 4 mil voltas por minuto) para formar a crema, que é a assinatura do sistema.

Colher com crema à frente. Xícara de vidro com café ao fundo
Redação/Casa.com.br

Daniela explicou que a crema é uma combinação de ar, óleos essenciais do café e água, que se desprendem na extração. Quando você vai beber o café, deve quebrar a espuma, deixando subir todos os aromas e sabores. Depois, basta misturá-la ao restante do café e aproveitar uma bebida com uma textura aveludada.

Continua após a publicidade

Tecnologia

 

Mulher segurando celular com aplicativo da Nespresso aberto. Xícara de café na outra mão
Reprodução/Nespresso

Outro diferencial do sistema Vertuo é seu software interno. Isso mesmo, a máquina possui um software e pode ser conectada diretamente ao aplicativo da Nespresso no celular. Por meio desta tecnologia, a máquina pode “aprender” a fazer outras bebidas atualizando seu software conforme novas cápsulas forem sendo lançadas. Isso prolonga a vida útil do equipamento, tornando-o mais sustentável.

Sustentabilidade

E por falar em sustentabilidade, quem tem alguma máquina Nespresso agora pode reciclar as cápsulas pelo correio. Como a pandemia impede algumas pessoas de irem até a um ponto de coleta, a marca oferece a opção de levar suas cápsulas até o correio, onde elas são encaminhadas para centros de reciclagem. O pó vira adubo orgânico e o alumínio do invólucro volta a ser um alumínio pronto para uso.

Além disso, a máquina em si possui 48% de plástico reciclado e desliga automaticamente após dois minutos.

Café para mim, para você, para todo mundo

 

Xícara de vidro com café
Redação/Casa.com.br

Hoje, são 18 tipos de cafés para experimentar, dos mais suaves até os mais concentrados. Nós provamos o Intenso e também o Bianco Leggero. A máquina tem um design bem diferente e bastante sofisticado, mais robusto que as outras máquinas da Nespresso. O café fica pronto rápido e é uma satisfação ver a crema se formando na xícara.

O Intenso, como o nome sugere, é bem forte, para quem gosta mesmo de sentir o amargor do café. Seu tamanho é o lungo (150ml) e ele tem um cheirinho de açúcar mascavo. Já o Bianco Leggero é feito para ser consumido com leite. Quando demos alguns goles dele puro, seu sabor era bastante forte, mas depois do leite, como mágica, surge um gosto bastante adocicado e suave, como caramelo. Amamos os dois demais!

Continua após a publicidade

Publicidade