Casa Created with Sketch.

Móveis planejados: a marcenaria como aliada do seu projeto

Investir em marcenaria sob medida é uma ideia esperta para garantir versatilidade e otimização de espaço

Ambientes planejados feitos de marcenaria vem ganhando cada vez mais destaque em projetos de arquitetura por apresentarem uma vida útil mais elevada e ainda aproveitar melhor os espaços, pois os móveis são feitos sob medida, ou, pelo menos, com funcionalidade específica.

Projeto de Ana Toscano Arquitetura e Flávia Lauzana Interiores

Projeto de Ana Toscano Arquitetura e Flávia Lauzana Interiores (Julia Ribeiro/Casa.com.br)

Para a diretora das lojas Florense Gabriel da D&D Shopping e Salvador, Camila Nunes Carneiro, os móveis planejados são únicos e refletem o jeito de ser e viver do usuário. “As principais vantagens em investir em marcenaria são, basicamente, a exclusividade do mobiliário e o aproveitamento mais adequado dos espaços, tanto no que diz respeito à praticidade e funcionalidade como quanto às melhores soluções estéticas”.

Em ambientes com metragens reduzidas, investir em marcenaria é quase um pré-requisito para garantir aconchego e boa circulação no interior do ambiente. Seja em um móvel específico com dupla funcionalidade ou em um ambiente todo planejado, essa solução não deve ser deixada na gaveta.

Outro ponto que merece destaque em relação ao uso de móveis planejados é a qualidade e durabilidade do produto. “Embora, em alguns casos, matérias-primas, padrões de acabamentos e componentes possam ser os mesmos, pesa na qualidade e na durabilidade dos móveis de marcenaria o fato de serem projetados para as dimensões e funcionalidades específicas de cada consumidor”, afirma Camila.

A seguir, separamos alguns exemplos de como a marcenaria aliada ao projeto pode criar espaços bonitos e funcionais:

 

 (Mike Van Tassell/Casa.com.br)

O quarto infantil ganhou um toque de modernidade com a estante da Florense que serve também como escrivaninha. Os adornos ficam dispostos de maneira equilibrada e de quebra o móvel tem gavetas para armazenar mais itens se necessário.

 

 (Daniel Veiga/Casa.com.br)

A cozinha é um dos ambientes que tem a maior necessidade de marcenaria. Isso porque o local conta com eletrodomésticos que precisam ser distribuídos muitas vezes em um espaço reduzido.

Este projeto assinado pela designer de interiores Marília Veiga apresenta uma atmosfera retrô com portas e molduras de marcenaria azul. A especialista investiu em uma ampla ilha gourmet no centro com cooktop e pia esculpida, o que deu charme à decoração. Além disso, grandes gavetões que ajudam na organização do ambiente finalizaram a composição.

 

Uma proposta inusitada que contou com um item mais cru na composição, foi o sofá integrado com mesinha lateral feito pelo criador de conteúdo digital Matheus Ilt (@matheusilt). Especialista em pequenas reformas e DIY, ele criou um móvel inovador que deixa espaço para circulação e se mostra bastante aconchegante. 

 

 (@matheusilt/Divulgação/Casa.com.br)

Mais um exemplo de mão na massa de Matheus Ilt foi a cama elevada com escrivaninha que deixou o ambiente charmoso e, de quebra, economiza bastante espaço. As escadas que levam até o colchão são gavetas e a parte interior tem espaço para armazenar roupas de cama e cobertores. 

 

 (André Klotz/Casa.com.br)

Exemplo de praticidade e sofisticação, o Closet FloWall da Florense é perfeito para reservar um espaço para suas roupas e acessórios sem ocupar muito espaço. Você ainda poderá contar com gavetas para incluir outros acessórios e incluir itens de decoração simplistas para trazer aconchego à composição.

 

 (Daniel Veiga/Casa.com.br)

Neste projeto de sala, a designer Marília Veiga apostou em uma estante em marcenaria com painel para ocupar a televisão. O móvel foi uma excelente iniciativa para separar a sala de estar e de jantar, mas, por ser um modelo vazado, manteve o ambiente alongado.

 

 (@acasadobeto/Divulgação/Casa.com.br)

O projeto de cozinha feito pelo produtor de conteúdo digital, marceneiro e embaixador da Leroy Merlin Brasil Beto Nóbrega (@acasadobeto) é um exemplo de sofisticação e funcionalidade. A cozinha contou com uma base clara e a marcenaria serviu para ocupar todos os eletrodomésticos e itens como pano de prato. Na parte superior, um armário cinza utiliza bem o espaço da parede e não deixa a composição sobrecarregada.

 

 (@acasadobeto/Divulgação/Casa.com.br)

Perfeito para utilizar a lateral da geladeira, o armário em marcenaria também feito por Beto Nóbrega acomoda os itens e tem uma abertura diferenciada para não comprometer a circulação do espaço. Uma ideia esperta que de quebra ocupa pouco espaço.

 

Banheiros pequenos exigem soluções planejadas para otimizar espaço e comportar os itens fundamentais. Nesse projeto da arquiteta Júlia Guadix, à frente do escritório Liv’n Arquitetura, uma bancada de madeira foi colocada na parte inferior da pia com gavetas que podem comportar toalhas de rosto, papel higiênico, etc. 

 

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.