As melhores dimensões para bancadas de cozinha, quarto e home office

Podendo ser adicionadas em cozinhas, quartos e home offices, estas peças deixam o dia a dia mais prático

Por Redação Atualizado em 8 abr 2022, 21h18 - Publicado em 11 abr 2022, 13h00
Bancada de cozinha
Projeto Studio Tan-gram Estúdio São Paulo/Casa.com.br

Com o aumento de interesse por apartamentos menores, todo centímetro se tornou extremamente valioso em um projeto. E para que tudo se encaixe perfeitamente, os móveis precisam apresentar funcionalidade máxima para a casa e otimizar o espaço da melhor maneira.

Visando atender estas necessidades, surgem as bancadas – que podem ser inseridas em diferentes cômodos, como cozinhas, quartos e home offices. Porém, para ter esta versatilidade, suas medidas variam e dependendo do contexto. Para que nenhum erro aconteça, arquitetas do Studio Tan-gram explicam quais as medidas ideais para cada local:

Bancadas para refeições

Bancada de cozinha

As bancadas são mesas lineares, geralmente empregadas com banquetas ou cadeiras mais estreitas, que ficam na cozinha e, em alguns casos, como em ambientes integrados, dividem espaço com a sala. Elas podem servir para refeições rápidas ou como uma pequena mesa de jantar para a família.

Bancada de cozinha
Projeto Studio Tan-gram Estúdio São Paulo/Casa.com.br

Com no mínimo 40 cm de profundidade para acomodar com perfeição o prato, a bancada alta deve ter entre 1 e 1,15 m de altura e devem ser acompanhadas por banquetas, que devem apresentar de 0,70 e 0,80 m para acomodar a todos de forma confortável – mas as medidas de altura podem variar de acordo com o tamanho e a necessidade dos moradores da casa.

Cozinha pequena com bancada
Projeto de Pílula Arquitetura Luiza Schreier/Casa.com.br

Para bancadas baixas, indicadas para aqueles que pretendem realizar todas as refeições por ali, a altura é semelhante à de uma mesa tradicional, podendo variar entre 0,75 e 0,80 m, demandando o emprego de cadeiras ou banquetas em alturas convencionais.

Em ambientes muito pequenos, é importante que as medidas sejam determinadas de forma correta, para não comprometer a circulação ou prejudicar a abertura de móveis.

Dicas: não se esqueça de considerar o espaço livre para as pernas e opte por cadeiras ou banquetas que possuam encosto para as costas. Elas são muito mais confortáveis!

Continua após a publicidade

Bancada para home office

Bancada de home office

As medidas para o home office podem alterar, mas de acordo com a dupla do Studio Tan-gram, a recomendação é executar a marcenaria com 0,75 a 0,80 m de altura, assegurando assim uma ergonomia eficaz para um expediente de 8 horas.

No que se refere a profundidade, o parâmetro entre 0,60 e 0,70 m funciona. Caso não haja tanto espaço disponível, as especialistas explicam que é possível reduzir a para até 0,50m.

Cloffice com mesa de parede a parede
The Nordroom/Reprodução

Quanto à largura, considere 1,20 m sempre que possível. Assim, as pessoas têm 0,80 m livres para conseguirem se movimentar. Com os 0,40 m restantes, podem fazer um gaveteiro para o dia a dia.

Bancada para quarto

Bancada de quarto

Já a peça no quarto é fundamental para quem busca um espaço multifuncional. Ela pode servir como aparador para a TV, mesa de estudos, bancada de trabalho e até mesmo como penteadeira. Aqui, o padrão de altura utilizado também é de 75 cm com uma média de 80 cm de extensão. Para quartos infantis, bancadas com aproximadamente 60 cm de altura são bem-vindas.

quarto com cama de casal e bancada para home office à direita
Projeto Gabriel Cordeiro Arquitetura foto: Mariana Orsi/produção: Deborah Apsan/Casa.com.br

Uma outra opção é investir em mesas com altura regulável, assim ela irá acompanhar o crescimento da criança começando com 50 cm de altura e chegando até os 75 cm.

Continua após a publicidade

Publicidade