Aprenda como plantar e cultivar boldo em casa

O boldo é fácil de cultivar e um grande aliado do sistema digestivo

Por CicloVivo Atualizado em 18 abr 2022, 15h08 - Publicado em 18 abr 2022, 19h00
Detalhe folha de boldo
Ingredientes Online/CicloVivo

O Boldo é uma planta medicinal muito conhecida, uma das mais cultivadas no Brasil, e é muito utilizada para tratamentos hepáticos e digestivos em sua maioria, como azia, gastrite, mal estar gástrico e até mesmo para combater ressaca. Isso tudo por que as folhas do boldo quando macerada ou em infusão são capazes de gerar um efeito hipo-secretor gástrico que diminui o volume do suco gástrico e também da acidez.

É sempre importante lembrar que o uso de plantas medicinais, sejam elas quais forem, devem ser utilizadas com parcimônia e sempre com acompanhamento médico.

Pé de boldo
Pinterest/CicloVivo

É muito comum encontrarmos pé de Boldo da Terra (Plectranthus barbatus) em muitos jardins por ai, principalmente de avó, mas podemos encontrar também outros tipos de Boldo, como o Boldo Míudo (Plectranthus neochilus), ambos da mesma família e originários da África, mas enquanto o primeiro tem um porte arbustivo, podendo chegar até a 2 metros de altura, o segundo é uma planta rasteira com 30 a 90 cm de altura.

Ambas são possíveis de se encontrar para cultivo, além de serem de fácil manejo, plantas muito rústicas, mas também lindas, com flores roxas que atraem polarizadores.

Sol pleno e água

Detalhe folha boldo
Reprodução/CicloVivo

As diferentes espécies de boldo são plantas de sol pleno, ou seja, que precisam de mais de 4 horas de sol direto, ou se forem menos horas, que sejam das horas de sol forte.

Plantio e poda

O boldo pode ser plantado diretamente no solo ou em vasos. No caso do Boldo da Terra, opte por vasos com altura mínima de 30 cm, pois assim terão capacidade para se desenvolverem mais.

Folhas de boldo
Prefeitura de São José/CicloVivo

Faça sempre podas periódicas nos galhos superiores e nas suas pontas, pelo menos 2 vezes ao ano, no final do inverno e no início do outono, para que fiquem com um aspecto mais “cheinho” e preencha mais seu vaso.

Continua após a publicidade

Já para o Boldo Míudo, por ter uma característica de planta rasteira, opte por vasos tipo bacias ou jardineira, assim terão um resultado estético muito mais bonito. Se preferir, pode plantá-lo junto de outra planta que tenha exigências parecidas com a do Boldo Míudo, criando belas composições em vasos.

O Boldo Míudo também é indicado para canteiros de horta, pois funciona como uma ótima planta repelente de formigas e animais de estimação como gatos e cachorros. A poda do Boldo Miúdo também é importante, pois assim terá folhas mais vistosas.

Mudas

Pé de boldo
Tua Saúde/Reprodução

A forma de fazer mudas para ambos é semelhante. No caso de fazer mudas a partir da planta mãe basta:

  • cortar um galho da parte mediana da planta, sem flor
  • retirar as folhas abaixo do ramo, mais ou menos 3 dedos, tomando cuidado para não machucar as gemas do galho
  • cortar as folhas restantes ao meio.
  • feito isso, afunde o ramo em um vaso ou pote com 1 parte de substrato para muda e 1 parte de areia.
  • mantenha a nova muda à sombra e regue sempre que estiver com substrato seco.
  • assim que sair novas brotações pode transplantar para o local definitivo.

Podem ser feitas mudas também através de sementes colhidas de um pé ou compradas. As sementes devem ser semeadas em local definitivo em épocas não frias ou com geadas, pois, a planta como um todo, não tolera muito ambientes frios e com geadas.

Colheita

Chá de boldo
Laboratório Saúde/CicloVivo

Na hora da colheita, seja para o chá ou para macerar, corte sempre o galho/ramo, não arrancando só as folhas. De preferência dos galhos superiores e suas pontas, assim já estará fazendo uma poda de crescimento para seu boldo.

Veja mais conteúdos como este no site do Ciclo Vivo!

 

Continua após a publicidade

Publicidade