Casa Created with Sketch.

Reformas DIY: quando é melhor chamar um profissional?

Veja dicas para saber em que momento vale a pena colocar a mão na massa ou contratar mão de obra especializada

 (reprodução/Pinterest)


A pandemia do coronavírus e o isolamento social provocaram diversas mudanças na nossa rotina e fizeram com que a casa se tornasse muito mais que um lar: um lugar de trabalho, descanso, diversão e convivência em família. Naturalmente, quanto mais tempo em casa, mais os pequenos reparos e vontade de mudar o ambiente começam a surgir e com ele a prática do faça você mesmo.

Pensando nessa vontade de mudar e reformar pequenos espaços, o Triider, plataforma de serviços de manutenção e reforma que conecta clientes com profissionais especializados, firmou parceria com a Fiama Pereira, designer de interiores e influenciadora, que dá várias dicas para os seus seguidores sobre DIY.

“Nós temos a tendência de adiar reformas em casa ou fazermos nós mesmos para economizar. Mas ambas as práticas podem nos causar mais gastos ainda. Por isso, é melhor contar com alguém de confiança que possa te ajudar”, comenta a criadora de conteúdo de Curitiba, Paraná. Para unir a vontade de fazer as mudanças em casa com a técnica de um profissional, Fiama dá algumas dicas:

Planejamento

Ele vai ser a base de tudo, desde o que você quer fazer até quanto você pretende gastar. É importante cair na real e entender o que você pode fazer hoje e o que você não pode em termos financeiros.

Faça orçamentos

Não tenha vergonha de pedir orçamento: é simples, rápido e de graça. No Triider, você descreve o seu pedido uma única vez e vários profissionais enviam seus valores para o serviço.

Busque um profissional

Se você não tem tempo e nem disposição para uma reforma, o indicado é chamar um profissional que pode te ajudar e ainda otimizar o processo da melhor forma;

Caso você se interesse por reformas e por DIY, deixe o serviço pesado, como a parte elétrica e de pintura, rodapé e revestimento para profissionais capacitados para isso, uma vez que essa atitude pode até te economizar dinheiro e tempo de um serviço mal feito.

 (Reprodução/delikatissen/Casa.com.br)

A partir disso, tenha aliados que te ajudem e que caibam no seu bolso. No Triider, por exemplo, você tem opção de escolher o profissional que vai te auxiliar, o que te traz vantagens como: comparar orçamentos, estabelecer relações de confiança com quem vai te ajudar com a reforma e possibilidade de parcelamento;

Quando fazemos tudo sozinhos, temos a sensação de que a reforma nunca vai acabar e isso não é prazeroso. Por isso, entenda o equilíbrio entre fazer e contratar ajuda de alguém capacitado para serviços mais específicos.

Se você tentar fazer algo que você não sabe, há chance de ter que refazer, além de não ter a técnica e nem o material certos. Isso vai te consumir mais tempo e dinheiro, por isso, ter a ajuda de profissionais nesse momento é essencial.

Nossa casa é nosso lar, nosso ponto de aconchego, então, quanto mais tranquilas e fáceis forem as reformas, mais prazeroso será ver o resultado final.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.