Peças de design são feitas de organismos vivos

Em Londres, três designers encontraram uma forma de criar peças a partir de material reaproveitado e raízes de fungos

Por Kym Souza 5 ago 2020, 10h53

A Blast Studio, empresa de Londres, coleta resíduos, como copos de café e caixa de pizza e mistura com raízes de fungo (chamado de Micélio) para transformá-los em peças únicas de design com organismos vivos. Os desenhos dos objetos são inspirados nas formas geométricas da natureza e criam bolsas de microclima, que capturam a umidade e protegem os organismos à medida que crescem.

Reprodução/Design Milk

Inspirada nos ecossistemas, a mistura de materiais é impressa em 3D e os fungos crescem naturalmente nos próprios objetos para formar uma camada lisa e macia, que serve para solidificar a peça. O procedimento cria padrões e cores imprevisíveis, do creme ao marrom. Uma vez terminado o crescimento, o micélio é neutralizado e a peça é finalizada.

Reprodução/Design Milk

Os três designers por trás da criação, Pierre de Pingon, Paola Garnousset, e Martin Detoeuf, encontraram na impressão 3D e em materiais descartados uma forma sustentável de ressignificar a natureza.

Continua após a publicidade

Divulgação/Casa.com.br

O produto final pode ser usado de diversas formas. Pode ser transformado em móveis, como mesas e cadeiras, bancadas, estruturas e até em parede. Em alguns casos, podem ser vistos como arte e encontrados em galerias, como a Françoise Besson, em Lyon, na França.

Divulgação/Casa.com.br
Continua após a publicidade

Publicidade