Casa Created with Sketch.

MADE 2019 exalta o design latino americano

A maior edição da feira ocorrerá entre os dias 22 e 25 de agosto, no Pavilhão da Bienal

Coleção Terra, de Giacomo Tomazi

Coleção Terra, de Giacomo Tomazi (Reprodução/Casa.com.br)

A MADE, sigla para Mercado.Arte.Design, é a maior feira de design colecionável do país e chega à 7ª edição em 2019. Neste ano, o evento ocorre entre os dias 22 e 25 de agosto e reúne peças exclusivas de mais de 120 expositores, nacionais e internacionais. O evento ocorre no Pavilhão da Bienal e faz parte do calendário do Design Weekend.

Esta será a maior edição já realizada da MADE, contando com número de expositores e atrações internacionais. O evento é marcado por intervenções inéditas, novos nomes do mercado e designers renomados, galerias e exposições que fortalecem a cultura da América Latina. A curadoria da feira e a seleção dos expositores é feita pelos sócios Waldick Jatobá e Bruno Simões.

Love Notes, de Caroline Peraca

Love Notes, de Caroline Peraca (Reprodução/Casa.com.br)

O tema eleito para 2019 é “Soy Loco Por Ti, América“, e homenageia a música de Gilberto Gil e Capinam. O trabalho exposto no Pavilhão do Ibirapuera valorizará a cultura latino americana, dando ainda mais atenção para trabalhos vindos da Argentina, Brasil, Chile, Guiana Francesa, México e Paraguai.

 (Reprodução/Casa.com.br)

Neste ano a MADE ainda é marcada por uma série de novidades, como passaporte de acesso à feira, workshops promovidos em parceria com a Faculdade Belas Artes e profissionais latino americanos, o modelo de “palestra muda” e a participação dos Irmãos Campana, que comemoram 35 anos de carreira.

A GastroMADE, divisão gastronômica da feira, voltada para culinária artesanal, ocorre pela segunda vez e tem um espaço especial: o andar superior da Bienal. O local tem curadoria da crítica de arte Beta Germano.

Designer do ano

Smiljan Radic

Smiljan Radic (Reprodução/Casa.com.br)

O designer do ano eleito pela MADE é Smiljan Radic, um dos nomes mais renomados da arquitetura chilena contemporânea. A obra do profissional é focada em projetos de pequena escala, que permitem empregar técnicas da produção artesanal, valorizar os materiais, formas e contextos naturais, evitando a fabricação em massa.

O arquiteto segue a tradição chilena de autoconstrução, que exige a flexibilidade de alterar o projeto, mudando materiais e técnicas construtivas. A aposta de Radic é na aparência frágil das estruturas, em um trabalho que aparenta constante evolução.

Cenografia

Idealizada pelo Ateliê Bruno Simões, o projeto cenográfico reflete características comuns aos 20 países que formam a cultura latino americana. Além disso, novas linguagens e possibilidades de conexão são investigadas pela cenografia.

O coração da feira abriga uma arena totalmente aberta de workshops e palestras, sem muros ou biombos de separação. O conceito simboliza a força da resistência e luta dos povos, desde as ocupações coloniais até as recentes ditaduras, além do poder de manter suas identidades em meio ao efeito da globalização.

Atrações internacionais

Welcome Back, de FI Studio

Welcome Back, de FI Studio (Reprodução/Casa.com.br)

Convidados por Bruno Simões, um dos curadores do evento, as atrações internacionais são de países latino americanos. O slow design é valorizado no trabalho de cada um dos profissionais e é possível observar como o conceito é diferente em cada país. O traço autoral dos expositores e a relação deles com o país é exaltado nas peças.

Confira abaixo dois destaques:

M.A – México

M.a. México

M.a. México (Reprodução/Casa.com.br)

O projeto social e colaborativo preserva a tradição do design mexicano através da promoção de pequenos artesãos e processos produtivos manuais, herdados por gerações. Atualmente, artistas de Oaxaca, Chiapas, Cidade do México e Yucatan participam do projeto.

 (Reprodução/Casa.com.br)

FI Stúdio Sofia Alvarado – Panama

Welcome Back, de FI Studio

Welcome Back, de FI Studio (Reprodução/Casa.com.br)

O estúdio é especializado em produção de pequena escala, móveis e elementos complementares à arquitetura. A ideologia do estúdio parte do conceito de design humano, e promove o trabalho em detalhes e o design integral dos objetos. A arquiteta e fundadora da FI, Sofia Alvarado é a mente criativa por trás dos objetos e dedica seu tempo para cuidas dos detalhes e qualidade das peças.

Serviço MADE – Mercado, Arte, Design

Onde?

Pavilhão da Bienal – Pq. Ibirapuera (Av. Pedro Álvares Cabral, s/n)

Quando?

De 22 a 25 de agosto

Horários: Quinta e sexta, das 13h às 21h | Sábado, das 12 às 21h | Domingo, das 12h às 19h (bilheteria até às 18h)

Quanto?

R$ 40 (estudantes e maiores de 60 anos pagam meia entrada)

Mais informações: site oficial

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s