Casa Created with Sketch.

Mais tempo em casa? Quartos multifuncionais podem ser a solução

A arquiteta Roberta Iervolino Giglio, do escritório Figa Arquitetura, explica como os quartos podem ter outras funções graças aos projetos de interiores

Quarto com parede neutra e cama de casal. Ao fundo, uma bancada com computador e cadeira de escritório A leveza deste quarto é mantida na construção do home office. A profissional optou por uma mesa de madeira que apoiou o computador e a impressora. Projeto: Figa Arquitetura.

A leveza deste quarto é mantida na construção do home office. A profissional optou por uma mesa de madeira que apoiou o computador e a impressora. Projeto: Figa Arquitetura. (Thiago Travesso/Casa.com.br)

Com a pandemia de coronavírus, a casa virou muitas coisas: espaço de lazer, escritório, escola para as crianças. Nesse sentido, os cômodos multifuncionais tornaram-se tendência na decoração. O quarto conseguiu adaptar-se muito bem à nova realidade, absorvendo outros papéis, além de ser um refúgio para as noites de sono. A arquiteta Roberta Iervolino Giglio, à frente do escritório Figa Arquitetura, explicou como fazer projetos de quartos com um algo a mais.

Quarto com parede de madeira. Cama de casal e aparador com penteadeira. Ao lado da cama, o móvel recebeu uma penteadeira. Além do espelho com iluminação, há um espaço para guardar joias ou maquiagens. Projeto: Figa Arquitetura.

Ao lado da cama, o móvel recebeu uma penteadeira. Além do espelho com iluminação, há um espaço para guardar joias ou maquiagens. Projeto: Figa Arquitetura. (Thiago Travesso/Casa.com.br)

“Os quartos hoje em dia não se resumem a ter uma cama, mesa de cabeceira e um móvel para TV. Sem esquecer o conforto, é possível projetá-lo de acordo com a rotina de cada cliente”, explica a arquiteta.

Ao eleger o que esse cômodo irá receber é essencial priorizar a harmonia entre os elementos e a delimitação das áreas. As medidas disponíveis também devem influenciar nesse processo, sobretudo na escolha dos móveis que irão compor o local. Afinal, itens desproporcionais poderão comprometer a circulação e/ou causar uma sensação de confusão visual.

1) Home office

 

Quarto com paleta de cores claras e cama de casal. Ao fundo, varanda adaptada em home office. Bancada de madeira, computador e duas cadeiras Neste quarto, a varanda foi transformada em um home office para o casal de moradores. Gaveteiro e prateleiras ajudaram a organizar os itens. Projeto: Figa Arquitetura.

Neste quarto, a varanda foi transformada em um home office para o casal de moradores. Gaveteiro e prateleiras ajudaram a organizar os itens. Projeto: Figa Arquitetura. (Thiago Travesso/Casa.com.br)

Por causa da crescente necessidade de trabalhar em casa, os projetos estão privilegiando a presença de um escritório organizado. Assim, muitos moradores preferem montar esse espaço no quarto, local mais reservado e calmo. “Quando incluímos o home office no quarto sempre recomendo que ele seja mais leve: um apoio para o notebook e algumas gavetas para os documentos. Isso impede que um ambiente tão relaxante seja descaracterizado”, aconselha Roberta.

Detalhe da mesa de madeira com notebook e duas cadeiras cinzas

 (Thiago Travesso/Casa.com.br)

Em casos em que há uma varanda, o escritório pode ser montado nela, integrado ao cômodo. Dessa forma, ele pode ser mais completo, principalmente se houver uma porta ou algo que ajude a separar o espaço de dormir do de trabalhar. O equilíbrio é fundamental!

2) Penteadeira

 

Quarto com parede de madeira e cama de casal. Roupa de cama geométrica preta e branca. Bancada aparador com espelho e penteadeira.

 (Thiago Travesso/Casa.com.br)

“Cada vez mais as moradoras estão solicitando um cantinho para a penteadeira dentro dos dormitórios. Assim, elas conseguem se arrumar com mais facilidade”, conta Roberta. Além de oferecer praticidade ao ser instalado perto dos itens pessoais, a peça garante um charme especial ao cômodo e um local de cuidados pessoais.

3) Sala de TV

 

Quarto com paleta de cores clara. Cama de casal e sofá creme encostado no pé da cama. Televisão à frente no A suíte recebeu uma confortável sala de TV. O tom do sofá acompanha a paleta neutra que marca presença nos demais itens. Projeto: Figa Arquitetura

A suíte recebeu uma confortável sala de TV. O tom do sofá acompanha a paleta neutra que marca presença nos demais itens. Projeto: Figa Arquitetura (Mariana Orsi/Casa.com.br)

Mesmo em uma casa com uma sala de TV perfeita para reunir a família, muitas pessoas sonham com um espaço mais reservado para assistir filmes e séries no quarto. Dessa maneira, é possível aproveitar o momento de relaxamento sem muitas interferências externas.

Quarto de casal com paleta de cores claras. Sofá creme à frente. Cama ao fundo. Tapeçaria na parede.

 (Mariana Orsi/Casa.com.br)

“Uma dica imprescindível em relação ao sofá é escolher um modelo aconchegante para não pesar no ambiente. A sua altura deve ser menor do que a da cama, priorizando a harmonia dos elementos”, recomenda a profissional.

4) Closet

Quarto com armário com portas de madeira. Estante branca com livros à esquerda e sofá cinza à direita.

 (Reprodução IKEA/Casa.com.br)

Nem sempre há espaço disponível para a construção de um closet separado do dormitório. Nessas situações, o ideal é fazer uma composição equilibrada entre os armários e o local de dormir. Para que o ambiente não fique sobrecarregado, os móveis devem integrar e não separar o cômodo.

Quarto com armário azul marinho e portas de deslizar.

 (Reprodução FCI London/Casa.com.br)

“O que não pode faltar são as portas dos armários. É inviável deixá-los abertos, pois isso criará uma sensação de desorganização. Nesse caso, o recomendado é instalar portas de correr que ocupem menos centímetros”, finaliza a arquiteta.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.